Brasil enfrentará 1ª seleção europeia depois da Copa, mas República Tcheca está mal

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2019 08h54 - Atualizado em 26/03/2019 08h56
Pedro Martins / MoWA PressTite vai escalar 5 jogadores que fracassaram contra o Panamá

Desde 2006 a Seleção Brasileira sempre foi eliminada em Copas do Mundo quando enfrentou equipes da Europa: França (2006), Holanda (2010), Alemanha (2014) e Bélgica (2018). Por isso ficou claro que, na preparação para o Mundial de 2022, era importante enfrentar mais vezes as seleções do “Velho Continente”. Mas isso não tinha acontecido até agora. Nesta terça-feira (26), o Brasil enfrentará a primeira equipe da Europa desde a Copa de 2018. Será a República Tcheca, que está em má fase. A partida acontecerá às 16h45 (de Brasília), em Praga.

Depois do Copa, o Brasil fez 7 amistosos. Foram contra Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina, Uruguai, Camarões e Panamá. De acordo com Edu Gaspar, coordenador da Seleção, a recém-criada Liga das Nações (competição europeia) atrapalhou o agendamento de partidas contra europeus.

Quando finalmente vai enfrentar uma seleção da Europa, o desafio não parece ser tão grande para o Brasil. Basta observar que, na sexta-feira passada (22), a equipe tcheca perdeu por 5 a 0 para a Inglaterra. Além disso, é uma seleção que não foi para Copa de 2018, perdeu 2 jogos para Ucrânia (outro time que não foi para o Mundial) no ano passado e está na 44ª posição no ranking da Fifa.

Além disso, República Tcheca não tem grandes destaques individuais. A maioria dos jogadores convocados atua na liga nacional ou em campeonatos de 2º escalão da Europa. O principal atleta é o goleiro, Tomás Vaclik, titular do Sevilla-ESP. Entre os jogadores de linha, o atacante Patrik Schick, da Roma-ITA, tem 23 anos e é o jogador mais promissor.

Para enfrentar esse desafio, Tite será pragmático mais uma vez. Apesar do ataque estar com problemas, ele vai manter os jogadores ofensivos que fracassaram contra o Panamá no último sábado (23). Apenas a defesa será alterada. A provável escalação do Brasil tem Alisson; Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro; Richarlison, Allan, Paquetá e Coutinho; Firmino.