Bruno Henrique apresentou carteira de habilitação falsa, diz perícia

  • Por Jovem Pan
  • 12/03/2020 10h39
ReproduçãoO atacante Bruno Henrique, do Flamengo, deixou a delegacia de capuz

O atacante Bruno Henrique, do Flamengo, apresentou uma carteira de habilitação falsa durante uma blitz, no final de fevereiro, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelos peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, nesta quinta-feira (12).

Segundo o laudo da perícia, Bruno Henrique mostrou aos policiais uma CNH falsificada. Tanto cédula do documento quanto número do registro da habilitação foram forjados.

Agora, o atacante do Rubro-Negro é esperado para depor ainda nesta quinta-feira, na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Blitz

Parado na madrugada do sábado (29) numa blitz da ‘Lei Seca’, uma operação de fiscalização do trânsito, Bruno Henrique apresentou uma carteira de habilitação que não foi reconhecida pelo sistema de segurança Infoseg e pelo Detran.

O atacante dirigia na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, quando foi abordado pelos agentes da ‘Lei Seca’ e se negou a fazer o teste do bafômetro.

Na 16ª DP, da Barra da Tijuca, Bruno Henrique prestou depoimento e teve a carteira de motorista apreendida. O documento foi encaminhado para perícia no Instituto de Criminalista Carlos Éboli (ICCE), que constatou a falsificação.

A Polícia Civil, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que o jogador poderá ser indiciado por uso de documento falso. O crime prevê pena de até seis anos de prisão.