Câmara convida Ronaldinho para dar explicações sobre suposto caso de pirâmide financeira

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2019 17h49
Divulgação

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9) ofício para convidar Ronaldinho Gaúcho a dar explicações sobre sua ligação com a empresa 18kRonaldinho, investigada por possível pirâmide financeira. O requerimento é de autoria do deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ) e foi aprovado na comissão especial que analisa a regulamentação de moedas virtuais no Brasil.

Segundo o UOL Esporte, devem compor a mesa durante a sessão na comissão especial representantes do Ministério Público Federal (que analisa duas representações contra a 18kRonadlinho), da Unidade de Inteligência Financeira (antigo Coaf), da Polícia Federal, da empresa 18kRonaldinho e da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB).

Vale destacar que se trata apenas de um convite e os convidados não são obrigados a comparecer.

A empresa surgiu como uma revendedora de relógios e artigos de luxo. Porém, nos últimos meses, passou a prometer a seus clientes lucros fora do mercado com a valorização de Bitcoins.

A 18kRonaldinho promete ao clientes que investirem pelo menos 30 dólares um rendimento diário de 2% de Bitcoins, mais bônus por indicações. Os pacotes podem chegar até 12 mil dólares. “Ganhe US$ 336 com apenas três indicações!”, informa o documento de apresentação a outros potenciais clientes.

O que é pirâmide financeira

A pirâmide financeira é proibida no Brasil pela Lei 1.521/51 e configura crime contra a economia popular. O sistema se baseia em dar lucro aos investidores através da associação de novas pessoas. Ao passo que o ritmo de associação diminui, não é possível cumprir as promessas de retorno rápido e fácil e a pirâmide entra em colapso.