Campeonato Paulista volta com empate sem gols entre Ituano e Ferroviária

No Canindé, equipes ameaçadas de rebaixamento não saíram do 0 a 0

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2020 19h42 - Atualizado em 22/07/2020 19h44
Divulgação/AFENo Canindé, Ituano e Ferroviária empataram em 0 a 0

A primeira partida do Campeonato Paulista após quatro meses de paralisação não teve gols. No Canindé, Ituano e Ferroviária ficaram no 0 a 0, na abertura da penúltima rodada da fase classificatória do Estadual. O jogo foi realizado em São Paulo porque a cidade de Itu está na chamada “fase vermelha” do plano de reabertura do governo estadual, proibida de receber partidas.

O empate não foi bom para nenhum dos dois times que estão ameaçados de rebaixamento. O Ituano é o lanterna do Grupo C, com 11 pontos, enquanto a Ferroviária está na terceira colocação do Grupo D, com 12. Eles voltam a campo no domingo, última rodada do torneio. O Ituano encara o Santo André também no Canindé, e a Ferroviária pega a Inter de Limeira no Morumbi.

A primeira chance da partida foi criada pela Ferroviária aos 12 minutos. Léo Artur ficou com a sobra após cobrança de escanteio, domingou e mandou por cima. Na sequência, o time grená quase abriu o placar. Felipe Estrella desceu ao ataque em velocidade, e Hygor finalizou para fora. Os times erraram muitos passes, e apostaram na bola aérea para tentar mover o placar.

No segundo tempo, Saulo, goleiro da Ferroviária, precisou fazer grande defesa na finalização de Baralhas. Poucos minutos depois, foi a vez de Pegorari, do Ituano, trabalhar nos chutes de Felipe Estrella e Léo Artur.

Nos minutos finais, o desgaste físico pesou e os times caíram de ritmo. Os treinadores fizeram as substituições permitidas para tentar dar um novo gás ao jogo, sem sucesso.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0 x 0 FERROVIÁRIA

ITUANO – Pegorari; Pacheco, Sueliton, Léo Rigo e Breno Lopes; Baralhas, Corrêa (Paulinho Dias) e Serrato; Gabriel Barros (Eduardo Lopes), Gabriel Taliari (Luiz Paulo) e Léo Duarte (Matheus Criciúma). Técnico: Vinícius Bergantin.

FERROVIÁRIA – Saulo; Lucas Mendes, Anderson Salles, Max e Bruno Recife; Higor Meritão (Willian), Tony e Fellipe Matheus (Clayton); Hygor (Felipe Ferreira), Léo Artur (Jhoninha) e Felipe Estrella (Bruno Mezenga). Técnico: Dado Cavalcanti.

ÁRBITRO – Douglas Marques das Flores.

CARTÕES AMARELOS – Pacheco (Ituano); Max e Anderson Salles (Ferroviária).

LOCAL – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

* Com Estadão Conteúdo