Carol Portaluppi chora e diz que foi agredida por torcedores do Flamengo em festa: ‘Horrorizada’

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2019 15h44
Montagem sobre fotos/ReproduçãoCarol Portaluppi se emocionou ao relatar ter sido agredida por torcedores do Flamengo

Carol Portaluppi, a filha de Renato Gaúcho, desabafou e disse que foi agredida por torcedores do Flamengo em uma festa no Rio de Janeiro. A jovem de 25 anos fez a revelação por meio de vídeos publicados no Instagram Stories, na madrugada deste domingo (13).

“Não vou generalizar, falar que fui agredida pela torcida do Flamengo. Mas fui agredida por torcedores do Flamengo. Fui agredida verbalmente e fisicamente por torcedores do Flamengo”, afirmou. “Estou horrorizada. Poderia ser tua irmã, quem quer que seja”, acrescentou.

Emocionada, ela também contou que teve de deixar o estabelecimento por causa dos agressores.

“Graças a Deus estou falando de agressões físicas não a ponto de machucar seriamente. Mas agressões, empurrões, apertões no braço, palavras ofensivas. Isso para mim já é uma falta de respeito sem tamanho. Não sei nem explicar”, finalizou.

Flamengo e Grêmio vão se enfrentar pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores no dia 23 de outubro (ou seja, daqui a 10 dias), às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. No jogo de ida, em Porto Alegre, houve empate por 1 a 1. Portanto, quem vencer no Rio de Janeiro avançará à grande decisão continental.

Assista ao relato de Carol Portaluppi no vídeo abaixo: