Chapecoense rescinde o contrato de goleiro acusado de agredir ex-namorada

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2019 16h00
Sirli Freitas/ChapecoenseGoleiro Ivan (esquerda) chegou a Chapecoense no início da última temporada

Ivan, acusado de ter agredido a ex-namorada na última quarta-feira (13), foi desligado da Chapecoense nesta sexta. O clube catarinense comunicou que o goleiro terá seu contrato rescindido por justa causa.

O jogador de 34 anos foi contratado pela Chapecoense na última temporada após dois anos defendendo o Goiás e disputou apenas seis jogos com a camisa alviverde. Seu vínculo com o clube catarinense era válido até o fim deste ano.

De acordo com informações do GloboEsporte.com, Ivan se reuniu com a diretoria da Chapecoense na quinta-feira, que havia liberado o atleta das atividades até a próxima semana. No entanto, voltaram atrás da decisão, após a repercussão negativa do caso.

O clube catarinense não vai se pronunciar a respeito do caso, com exceção do comunicado divulgado em seu site oficial, que confirma o “desligamento do goleiro Ivan dos quadros do clube”.