Conquista pela Seleção, gols e assistências nos EUA levaram Marta de volta ao topo

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2018 17h32 - Atualizado em 24/09/2018 18h03
EFEMarta recebe pela sexta vez o prêmio de melhor jogadora do mundo

Eleita a melhor jogadora do mundo em 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010, Marta voltou ao topo este ano. A brasileira de 32 anos foi eleita nesta segunda-feira (24) a melhor do planeta pela sexta vez, superando a marca de Cristiano Ronaldo e Messi, que tinha cinco troféus cada.

“Eu realmente estou sem palavras, pois é um momento fantástico. As pessoas falam: ‘você já foi tantas vezes e se emociona sempre’. Sim, faço isso porque representa muito para mim”, disse Marta após receber a premiação sem esconder as lágrimas.

A jogadora do Orlando Pride, dos Estados Unidos, desbancou a norueguesa Ada Hegerberg e a húngara Dzsenifer Marozsán, ambas do Lyon, da França. Essa foi a 14ª indicação da brasileira ao prêmio, dessa vez devido às boas performances por seu clube e pela Seleção Brasileira.

Pelo time norte-americano, Marta foi a vice-artilheira da National Women’s Soccer League, a NWSL no ano de 2017, com 13 gols, e ajudou a levar sua equipe até as semifinais. Neste ano, Marta fez quatro gols e registrou o mesmo número de assistências em 17 partidas disputadas.

Já pela Seleção Brasileira, a jogadora liderou a equipe na conquista da Copa América, em abril deste ano, no Chile. O título assegurou a classificação do país à Copa do Mundo da França e também aos Jogos Olímpicos de Tóquio, ambos em 2020.