Carille pede três reforços para que Corinthians ‘seja diferenciado’ e revela conversa de 31 minutos com Gil

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2019 17h28
Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansFábio Carille pede três reforços

O técnico Fábio Carille concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (28) e pediu mais três reforços a direção corintiana. Apesar de já ter recebido 15 jogadores para a atual temporada, o treinador acredita que ainda precisa de mais “três cerejas”.

“Durante a folga, estive na casa dos meus pais em Sertãozinho para elaborar muita coisa e quando cheguei foi totalmente diferente. Já perdi uma semana, iria repetir Clayson e Everaldo juntos e não estou conseguindo. Isso faria com que fôssemos mais agressivos, incomodar o rival. Meio que estacionou. Temos um time bom, mas faltam três cerejas para que seja diferenciado”, afirmou Fábio Carille.

“Por característica nosso time não é de buscar gol. Por mais que eu treine, vai faltar. Eu sei disso, a diretoria e o presidente também. Sei das dificuldade financeira do Corinthians. Não está fácil buscar jogadores assim. Temos que ter saber jogar. Quero dois jogadores mais agudos, principalmente pela direita. Eu quero, mas isso está longe”, completou o corintiano.

Carille ainda afirmou que conversou durante 31 minutos com Gil, mas relativizou que o zagueiro ainda é jogador do Shandong e que há uma distância longa entre liberação da China e o acerto com o Corinthians. O treinador ainda revelou que pediu a volta de Rodriguinho no início do ano, mas que a necessidade de compra impediu o negócio.

“Não dá para gastar 6 milhões de dólares em um jogador de 31 anos que você não vende mais. É preferível investir em um atleta de 22 anos gastando mais. Presidente falou que não poderia trazer, disse que entraria na briga se fosse empréstimo”, comentou Carille.