Carille se incomoda e vê “desrespeito” de Aguirre em falta de cumprimento

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2018 18h42 - Atualizado em 25/03/2018 18h50
Newton Menezes/FuturaPress/Estadão ConteúdoFábio Carille e Diego Aguirre se cumprimentam após o Majestoso. Antes do jogo, o são-paulino ignorou o corintiano

Fábio Carille não teve rusgas apenas com Nenê durante o clássico deste domingo, contra o São Paulo, no Morumbi. Após o jogo, que terminou com triunfo tricolor por 1 a 0, o treinador do Corinthians reclamou da postura de Diego Aguirre, técnico do time da casa.

Segundo Carille, o uruguaio não o cumprimentou antes do jogo, e isso o incomodou.

“Eu dei uma dura nele (Aguirre) sim, porque ele passou no início do jogo na minha frente, não me deu a mão e nem me cumprimentou. Sempre sou questionado sobre técnicos estrangeiros, e falo que as portas estão abertas para todos”.

O técnico do Corinthians foi além e insinuou que Aguirre inventou uma desculpa para justificar a atitude.

“Ele teve a cara de pau de falar que não me conhecia, que não me reconheceu. No intervalo cobrei isso dele quando o árbitro nos chamou. Fiquei muito chateado. Ele falar que não conhecia o técnico do Corinthians, 100 jogos, ele já trabalhou no Atlético-MG, foi um desrespeito muito grande e fui cobrá-lo. Ele vai ver o tratamento que vai receber lá na Arena. Vou até o vestiário levar um presente para ele”.

Na coletiva após a partida, o uruguaio confirmou que estava focado no clássico e não havia reconhecido o treinador do Corinthians. “Eu não o reconheci, é verdade, eu não estava pensando nisso. Os jogadores se cumprimentam, em jogos internacionais você vê isso após a partida. Quando acabou o jogo eu fui falar com ele e pedi desculpas. Mas são coisas que ficam aqui. Eu nunca tive diferenças com nenhum treinador. Isso para mim acabou, fica aqui. Não vai ter nenhum reflexo para o próximo jogo. Ele é um treinador fantástico, atual campeão brasileiro. Eu estou focado no futebol, não tem mais nada para falar sobre isso”.

O jogo de volta entre Corinthians e São Paulo está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera. Para avançar à final do Campeonato Paulista no tempo normal, o time alvinegro terá de vencer por dois gols de diferença – um triunfo simples leva a decisão aos pênaltis.