Cássio foi um dos infectados pela Covid-19 no Corinthians

Goleiro foi diagnosticado assim que voltou aos treinos no clube

  • Por Jovem Pan
  • 09/07/2020 18h35
Daniel Augusto Jr/Agência CorinthiansCássio, sua esposa e filha foram diagnosticados com covid-19, mas já se recuperaram

Em entrevista coletiva virtual concedida nesta quinta-feira, o goleiro Cássio, do Corinthians, revelou que foi um dos jogadores infectados pela covid-19 no elenco alvinegro. O ídolo disse que ficou assintomático, e que sua esposa e filha também pegaram o vírus. Todos já se recuperaram.

“Na verdade, quando aconteceu, eu fiquei um pouco surpreso. Quando descobri que eu estava com o vírus, minha filha e minha esposa já estavam imunes. A babá que cuida da minha filha já estava imune. Eu e uma pessoa que trabalha na minha casa estávamos com vírus. Eu não tive nenhum sintoma”, contou Cássio.

O diagnóstico veio quando os trabalhos foram retomados pelo Corinthians. “Confesso que fiquei mais surpreso e um pouco chateado, porque gostaria de voltar aos treinos e fiquei uns dias a mais (em casa). Fizemos alguns treinos online para não ficar tão distante (do grupo). É difícil. Infelizmente, pegamos, mas não tivemos problemas”, relatou.

O goleiro avalia que há um risco na volta às atividades, mas diz que o rígido protocolo adotado pelos clubes é um fator que pesa na decisão. “Com segurança, pelo que tenho visto no Corinthians, o departamento médico tem nos passado um protocolo que nos dá muita segurança. Uma hora a gente vai ter que começar, não sei falar se é exatamente essa hora, o momento, mas tivemos um tempo bom. Os clubes paulistas se organizaram para voltar todos juntos, ninguém está sendo beneficiado. Pode ser que precisasse de mais algum tempo, mas todos estão no mesmo nível e terão dificuldades, como nós, na volta”, avaliou.

Os times de São Paulo já estão de volta aos centros de treinamento, e o governo do estado liberou o recomeço do Campeonato Paulista para o dia 22. O Corinthians tem chances pequenas de classificação, mas volta à disputa já diante do Palmeiras, em casa, sem a presença da fiel torcida.

“Vai ser diferente, não vai ter público. Mas é como respondi antes, não tem que ficar olhando coisa negativa, o que já passou. Foram três meses de pausa, o que aconteceu de negativo ficou para trás. Temos que tirar as coisas boas para evoluirmos. É o jogo que temos pela frente, vamos nos preparar da melhor maneira possível para nos impormos em nossa casa”, falou o ídolo corintiano.