Cássio elogia trabalho de Tiago Nunes no Corinthians: ‘Estamos no caminho certo’

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2020 10h17 - Atualizado em 21/05/2020 10h17
MARCO GALVÃO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOTiago Nunes é técnico do Corinthians

Em meio à pandemia de Covid-19, Cássio participou de uma live na “TV Corinthians” para falar sobre o momento de confinamento e também para avaliar a temporada da equipe alvinegra. O goleiro admitiu que os resultados do início do ano foram ruins, mas considerou positivo o trabalho de Tiago Nunes, técnico contestado por parte da torcida.

“O começo da temporada não foi como queríamos, oscilamos, saímos na pré-Libertadores, não temos feito um começo de trabalho bom, mas confiamos e acreditamos no trabalho do Tiago Nunes, no elenco que temos. Infelizmente teve essa parada que ninguém queria, mas é um momento para a gente refletir, evoluir e melhorar o que tem que melhorar”, analisou.

Desde janeiro à frente do Corinthians, Tiago Nunes coleciona uma eliminação precoce da Copa Libertadores, além de um mau início no Campeonato Paulista – a equipe não depende de si para avanças às quartas de final do Estadual. Ainda assim, Cássio acredita no potencial do técnico.

“Quando muda treinador, o que vale mais é vitória, mas no contexto geral o Corinthians evoluiu, ao ver o que jogava e o que está jogando agora, estamos no caminho certo. É um tempo para tentar evoluir, converso diariamente com o treinador de goleiros, revi lances dos meus jogos, o que tenho que melhorar, o que tenho que evoluir. Estou num momento que só me dedicar aos treinos e pensar em mim não dá, aprendi com grandes jogadores que joguei que eu tenho que ajudar todo o grupo”, comentou.

Cássio é ídolo do Corinthians

Cássio acredita que o período de quarentena está servindo para o Corinthians entender o que deu errado no começo de 2020. O Timão tem 14 partidas, com quatro vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

“A gente tem tido entendimento, Tiago é um cara bem claro, ele cobra todos os jogadores. Em muitos jogos perdemos por detalhes, por não segurar e tomar gol ou não conseguir matar os jogos. É refletir, ver erros e melhorar. Não tenho dúvida que o trabalho do Tiago é muito bom, o ambiente é muito bom”, concluiu.