Com polêmicas da arbitragem, Corinthians e São Paulo empatam em Itaquera

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2018 18h59 - Atualizado em 10/11/2018 20h08
Vilmar Bannach/Estadão Conteúdo Corinthians e São Paulo fizeram um clássico movimentado, mas marcado por polêmicas da arbitragem

Corinthians e São Paulo fizeram um clássico movimentado em Itaquera. Ao fim dos 90 minutos, porém, não houve vencedor. Com expulsão e muitas polêmicas de arbitragem, Timão e Tricolor empataram por 1 a 1, neste sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe da casa atuou com dez jogadores durante todo o segundo tempo – Ángelo Araos foi expulso pouco antes do intervalo -, saiu na frente com belo gol de Ralf, mas cedeu o empate no fim. O garoto Brenner foi o responsável por impedir o triunfo alvinegro aos 35min da etapa complementar.

O resultado, no entanto, foi ruim para ambas as equipes. O Corinthians chegou aos 40 pontos e subiu momentaneamente à 11ª posição. Já o São Paulo, que segue amargando o tabu de nunca ter vencido em Itaquera, foi aos 58 pontos e se manteve na quarta posição – o time tricolor pode ser ultrapassado pelo Grêmio, que tem 55 pontos e pega o Vasco no domingo, em Porto Alegre.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. O São Paulo, por sua vez, faz confronto direto com o Grêmio às 19h de quinta, no Morumbi.

Arbitragem rouba a cena  

O Corinthians foi superior e criou mais chances que o São Paulo durante todo o clássico. Porém, acabou prejudicado pela arbitragem. Aos 34min do primeiro tempo, Rodolpho Toski Ribeiro e seus assistentes não viram que a bola finalizada por Danilo ultrapassou a linha e ignoraram um gol legítimo dos donos da casa.

Outra reclamação alvinegra diz respeito a um suposto cometido por Bruno Peres sobre Ángel Romero. O são-paulino teria empurrado o corintiano dentro da área, em lance que os homens do apito também mandaram seguir.  

Já no último lance da primeira etapa, Ángelo Araos acertou tapa no rosto de Reinaldo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. 

São Paulo apático 

Mesmo com um jogador a mais, o São Paulo não conseguiu se impor diante do rival. Apático, o time comandado por Diego Aguirre até teve mais posse de bola no segundo tempo, mas pouco assustou. Por outro lado, viu o Corinthians chegar com perigo em eficientes investidas ofensivas. Numa delas, Ralf fuzilou de fora da área e fez um lindo gol para abrir o placar aos 26min.

A desvantagem obrigou o São Paulo a se lançar ao ataque, e o gol de empate saiu em um lance fortuito. Aos 35min, Nenê, que entrara em campo no lugar de Jucilei, chutou mascado dentro da área, e a bola sobrou para Brenner, livre, só empurrar para o fundo das redes. 1 a 1 e nada mais em Itaquera.

Confira a narração dos gols em Itaquera!