Corinthians ainda não definiu reapresentação de dupla pós-Copa América

  • Por João Vitor Rocha
  • 05/07/2019 16h09 - Atualizado em 05/07/2019 16h17
Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians Jogadores estão com a seleção brasileira

Cássio e Fagner vão representar a seleção brasileira na disputa da final da Copa América no próximo domingo (7), no Maracanã, às 17h, contra o Peru. Após o término da competição, a dupla do Corinthians terá que se reapresentar ao clube, mas ainda não foi definido quando.

O Corinthians só volta a campo em jogo oficial no domingo seguinte, dia 14, contra o CSA, na Arena em Itaquera. A expectativa é que a dupla esteja em campo. Como não atuaram nenhum minuto durante a Copa América, e teria uma semana de descanso de um jogo para o outro, é de se imaginar que o goleiro e o lateral-direito estejam em campo.

Quem vive situação similar é o outro jogador brasileiro que atua no futebol nacional. O Grêmio ainda não sabe a data em que o atacante se reapresenta. Porém, diferente do Corinthians, o clube gaúcho volta a campo já na quarta-feira, dia 10, às 19h15, em Porto Alegre, contra o Bahia, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Cebolinha vem sendo titular nos últimos jogos da seleção, e provavelmente estará em campo contra o Peru.

Quem já sabe que terá uma folga é Cueva. O peruano entre em campo no dia 7 contra o Brasil e terá dez dias de descanso. A reapresentação do meia está marcada só para o dia 17 de julho. O camisa 8 desfalca o Peixe na 10ª rodada do Brasileirão, contra o Bahia, dia 13.

Nome máximo do futebol peruano, Guerrero também ainda não tem data certa para voltar ao Inter. O Colorado entra em campo contra o Palmeiras na quarta-feira, dia 10, às 21h30. O técnico Odair Hellmann disse contar com seu camisa 9. Porém, o clube não confirmou a volta do jogador e disse que será comunicado somente após a final.

“O certo é que ele (Guerrero) vai retornar para o clube. É o compromisso que tem conosco. Termina no domingo, se reapresenta com todos aqui e fica à disposição para o jogo. É o que a gente tem como planejamento”, disse Odair Hellmann sobre a volta de Guerrero ao Inter