Corinthians começa Copa do Brasil contra Vitória, que parou time invicto em 2017

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2018 12h01 - Atualizado em 25/04/2018 12h03
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians Tréllez fez gol decisivo contra o Corinthians

O Vitória tem poucas lembranças boas do Campeonato Brasileiro de 2017, pois quase foi rebaixado. Mas um jogo foi marcante: o time baiano viajou até São Paulo, enfrentou um Corinthians poderoso, que estava invicto, mas conseguiu vencer por 1 a 0. Agora, com cerca de 13 jogadores que estavam naquela partida, os dois times se enfrentarão novamente. Desta vez o duelo será o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, às 19h30 (de Brasília), em Salvador.

O Corinthians ficou invicto por um turno inteiro no Brasileirão de 2017. Mas o Vitória conseguiu pará-lo graças a um gol de Tréllez, atacante que hoje está no rival São Paulo. A estratégia do time baiano naquela partida foi bem simples: recuar, marcar forte e encaixar contra-ataques quando possível. Deu certo: 1 a 0 no placar.

Não deve ser muito diferente nesta quarta-feira, até porque 5 jogadores do provável time titular do Vitória estavam naquele confronto (Kanu, Ramon, Uillian Correia, Yago e Neilton). Já no Corinthians a base é ainda maior, com 8 atletas mantidos (Cássio, Fagner, Balbuena, Maycon, Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson).

E o Vitória tem mais um duelo para se orgulhar no retrospecto contra o Corinthians: em 2004, pelas quartas de final da mesma competição, a Copa do Brasil, o time baiano eliminou a equipe paulista. O placar agregado dos dois jogos foi 2 a 1. Depois o Vitória foi eliminado pelo Flamengo na semifinal, em uma edição que o Santo André foi campeão.

Mas o Corinthians também tem muitas histórias positivas para lembrar dos jogos contra o Vitória. O retrospecto geral é de 24 vitórias para o Timão, com 12 empates e 7 derrotas.

E como histórico não entra em campo, o técnico Fábio Carille já tratou de mandar um alerta sobre os perigos do jogo: “este é um campeonato diferente, não tem mais o gol qualificado, precisamos estar mais atentos. Temos nossa forma de jogar, podemos subir mais ou menos a marcação. Mata-mata não dá chance de erro, de fazer um jogo ruim, muitas vezes não dá tempo de reverter. O Brasileiro te dá chance de erros, você pode cometer falhas e ser campeão. Na Copa do Brasil e na segunda fase da Libertadores, não. Por isso precisamos estar concentrados”.

O Corinthians deve ir para o jogo com Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon, Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson.

O provável time do Vitória, de Vagner Mancini, tem Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Uillian Correia, Willian Farias, Rhayner e Yago; Neilton e Denilson.