Corinthians leva virada do Inter e chega à segunda derrota sob o comando de Loss

  • 27/05/2018 18h00 - Atualizado em 27/05/2018 18h22
ROBERTO VINÍCIUS/ESTADÃO CONTEÚDO Leandro Damião comemora o gol marcado na vitória do Internacional sobre o Corinthians

Dois jogos e duas derrotas. Este é o desempenho de Osmar Loss no comando do Corinthians. Neste domingo (27), no Beira-Rio, diante do Internacional, o time levou a virada por 2 a 1, em um jogo que teve a cara da época de Fábio Carille. Mas sem a mesma consistência defensiva.

O Corinthians chegou a estar à frente no placar, sofreu a pressão do adversário e parecia que poderia suportar como em outros jogos. Mas algumas falhas no setor defensivo, principalmente do lateral Mantuan, foram decisivas para propiciar o triunfo gaúcho.

O Internacional começou melhor, pressionando, mas o Corinthians obteve a vantagem logo aos 4 minutos, fruto de 1min24 de troca de bola (28 passes) até o gol do meia-atacante Mateus Vital.

O time gaúcho, desfalcado do talento e liderança do meia D’Alessandro, seguiu melhor, mas não conseguiu transformar sua superioridade em gols. Leandro Damião até levou perigo nas bolas altas, mas brigou sozinho contra Balbuena e Henrique. Com isso, Rodrigo Dourado, Edenílson e Pottker tentaram surpreender de longa distância, mas não tiveram sucesso diante de Walter.

O Corinthians parecia que iria repetir mais uma vez o esquema que tantas vezes deu certo com Carile na conquista dos dois Paulistas e do Brasileiro do ano passado. Mas o enredo seria diferente.

O Inter veio entusiasmado para o segundo tempo. Com seis minutos, Walter já havia feito duas defesas importantes. A iniciativa maior no ataque permitiu espaços no meio-campo, mas Jadson não aproveitou para armar contra-ataques para o Corinthians, que seguiu sem incomodar o goleiro Danilo Fernandes.

O resultado ficou justo aos 18 minutos quando Leandro Damião aproveitou a primeira falha da zaga corintiana para empatar o jogo.

Com o gol sofrido, o Corinthians deu sinais de vida e até conseguiu a segunda finalização, com um chute de longe de Jadson, que passou perto. Mas o melhor momento veio de novo com Mateus Vital, mas Danilo Fernandes fez boa defesa.

O Inter merecia melhor sorte principalmente pelos últimos 15 minutos. Walter foi obrigado a fazer duas belas defesas, uma cara a cara, e Leandro Damião ameaçou até com uma bicicleta. O gol da justa vitória colorada só veio aos 46, com Rossi, após falha de Mantuan, que deixou o gramado chorando, apoiado pelo técnico Loss e pelos companheiros.

Confira a narração dos gols: