Corinthians multa Jô por usar chuteira verde no jogo contra o Bahia

Diversos torcedores protestaram nas redes sociais e cobraram uma punição; jogador afirma que a cor do calçado é azul turquesa

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2021 22h01 - Atualizado em 20/06/2021 22h07
Mauricia da Matta/W9 Press/Estadão ConteúdoJô afirma que a chuteira que usou contra o Bahia não é verde, mas azul turquesa

Um detalhe na chuteira de causou um alvoroço no Corinthians durante e depois do jogo contra o Bahia, realizado neste domingo, 20. Diversos torcedores notaram que o centroavante alvinegro usou um calçado verde, o que é imperdoável para uma parte considerável da comunidade alvinegra devido à identificação da cor com o rival Palmeiras. A Camisa 12, uma das organizadas que participou de um grande protesto na véspera da partida, pediu punição ao jogador. “Depois de um enorme protesto unificando todas as torcidas organizadas do Corinthians, presenciamos um cenário de aparente inércia. É inadmissível o jogador Jô, cria do terrão e ídolo do Corinthians, entrar em campo em posse de uma chuteira que não condiz com as cores da nossa história. Uma atitude dessa, vinda de um jogador que conhece o clube tão bem, juntamente com mais uma partida horrorosa do atacante, só reforça o nosso pedido para que Jô deixe o clube. E a omissão da diretoria de futebol é lamentável.”

O clube ouviu, em parte, a Fiel. Jô seguirá no clube, mas tomou uma multa e se comprometeu a nunca mais usar a chuteira. Em nota, a diretoria informou que conversou com o atacante. “O atleta foi advertido, multado e não utilizará mais [a chuteira], seja em treinamentos ou em jogos”, disse o Timão. O camisa 77 já havia utilizado o calçado no treino de sexta-feira, 18. “E ninguém avisou?”, perguntaram centenas de corintianos nas redes sociais. Uma parcela da torcida ainda lembrou que Jô não foi punido, em março, depois de ir um resort durante um dos piores momentos da pandemia no Brasil. Mosquito e Otero estavam juntos com o centroavante. O clube reconhece que falou bom-senso ao trio, mas, como eles estavam de folga, não cabia nenhuma sanção.

Jô emitiu um comunicado pedindo desculpas pela proporção que o caso tomou, mas afirma que sua chuteira não é verde. “Gostaria de deixar expresso que eu jamais usaria uma chuteira verde. Pela minha história dentro do Corinthians, que é o clube que amo e conheço desde pequeno, não desrespeitaria a torcida e muito menos a tradição do time. A chuteira era azul turquesa, isso gerou uma polêmica desnecessária, por isso quero pedir desculpas a todos. Jamais iria desrespeitar o Corinthians, muito menos a torcida”, declarou o jogador por meio de um comunicado enviado à imprensa.

Recentemente, o uso de um artigo verde acelerou a saída de Williams do Corinthians. Criticado por sua participação na campanha no Brasileiro 2016, ele teve um entrevero com um torcedor na saída do CT Joaquim Grava. O jogador chegou a sair do carro para tirar satisfação, mas aí expôs o calção verde que usava. “Shorts verde, meu irmão?”, questionou o rapaz, que protestava sozinho no Parque Ecológico e filmava tudo com a câmera do seu celular. Depois disso, Williams não vestiu mais a camisa do Timão.

Veja a repercussão da chuteira verde de Jô: