Corinthians precisa ser ofensivo e superar desfalques para eliminar São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2018 10h19 - Atualizado em 28/03/2018 10h22
Divulgação/Agência CorinthiansFagner e Rodriguinho podem ser desfalques no Corinthians

Se quiser eliminar o São Paulo e chegar na final do Campeonato Paulista, o Corinthians precisará sair da zona de conforto, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em casa. Em primeiro lugar, porque precisará ser um time mais ofensivo do que o normal. Depois, porque pode ter muitos desfalques na escalação – o time pode jogar sem quatro titulares.

Desde o ano passado, o Corinthians é um time defensivo e reativo, que marca primeiro e sabe aproveitar contra-ataques. Isso foi mantido em 2018, tanto que o time enfrentou o São Paulo, no primeiro jogo da semifinal, com três volantes de marcação: Ralf, Gabriel e Maycon. Não deu certo, pois o time jogou mal e perdeu por 1 a 0 para o rival.

Com a necessidade de vencer por dois gols de diferença, o técnico Fábio Carrile já confirmou que a escalação será mais ofensiva nesta quarta-feira, no segundo jogo da semifinal. Em vez de Gabriel ou Ralf, será escalado um jogador mais ofensivo. A expectativa é que seja Rodriguinho, mas ele é dúvida por causa de uma lesão na coxa direita. Se não puder jogar, é provável que Pedrinho entre no lugar dele. Junior Dutra também é uma opção.

E esta não é a única dúvida de Carille na escalação. Ele não sabe, por exemplo, se Fagner terá condições de jogo. O lateral estava com a Seleção Brasileira em Berlim, ficou no banco de reservas e deve chegar no Brasil nesta tarde. Se ele não estiver bem fisicamente, Mantuan será o titular.

Outros dois desfalques do Corinthians já estão confirmados e com substitutos definidos: Balbuena, que jogou pela seleção paraguaia nesta terça, e Jadson, lesionado, não poderão entrar em campo. Então Pedro Henrique e Mateus Vital vão substituí-los novamente, como já tinham feito na partida anterior contra o São Paulo.

Desta forma, a provável escalão do Corinthians tem: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Mateus Vital, Pedrinho e Clayson; Emerson Sheik.

O Corinthians precisa vencer o São Paulo por dois gols de diferença para se classificar diretamente e enfrentar o Palmeiras na final. Se vencer por um gol a mais, a partida irá para os pênaltis. Qualquer empate dará a classificação ao São Paulo.