Corinthians relembra Democracia nas redes sociais: ‘É o nosso DNA’

  • Por Jovem Pan
  • 31/03/2020 16h15
Reprodução/PlacarA Democracia Corinthiana foi um movimento que apoiou as Diretas Já

No dia em que o Golpe Militar completa 56 anos, o Corinthians utilizou suas redes sociais, na tarde desta terça-feira (31), para recordar a “Democracia Corinthiana”, movimento encabeçado por Sócrates, Walter Casagrande, Wladimir e Zenon que apoiou as Diretas Já, nos anos 1980.

Em publicação no Twitter, o clube alvinegro postou uma história foto do movimento e reforçou a sua posição em defesa da democracia no Brasil.

“Está na nossa história, é o nosso DNA. O Corinthians é o Time do Povo, e é o povo que construiu o time! Sempre estivemos, estamos e estaremos na luta pela manutenção da democracia no Brasil!”, escreveu.

Já no Instagram, o Timão publicou um vídeo com gols de Zenon, aniversariante do dia e um dos líderes da causa.

No dia 31 de março do ano passado, o Corinthians já havia feito manifestações contra o período da ditadura militar. Na ocasião, o clube do Parque São Jorge, levou para um setor da Arena, em Itaquera, uma estátua de Sócrates, outro líder da Democracia Corinthiana.