Corinthians sofre pressão e fica no empate com o Mirassol

  • Por Jovem Pan
  • 26/01/2020 21h34
ReproduçãoCorinthians e Mirassol empataram por 1 a 1 em jogo disputado no interior

O Corinthians não teve boa atuação e ficou no empate por 1 a 1 com o Mirassol, na noite deste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. A equipe alvinegra abriu o placar com bonito gol de Ramiro ainda no primeiro tempo, mas os mandantes pressionaram e empataram com Camilo, que entrou na etapa final e reestreou pelo clube.

O gol do Corinthians saiu em uma bela jogada que iniciou com Cássio e terminou na assistência de Boselli para Ramiro tocar na saída de Kewin. É a marca deste Corinthians do técnico Tiago Nunes, contratado no fim do ano passado para mudar a característica defensiva da equipe.

O treinador repetiu a escalação da goleada por 4 a 1 sobre o Botafogo-SP na estreia. O quarteto ofensivo formado por Ramiro, Luan, Janderson e Boselli se movimentou bastante na etapa inicial. No segundo tempo, o Corinthians pareceu sentir a parte física e caiu de produção. As substituições não surtiram efeito e o time foi pressionado.

O Mirassol poderia ter marcado bem antes dos 29 minutos do segundo tempo. A equipe teve chances de abrir o placar e depois desperdiçou outras oportunidades até chegar ao empate. Camilo fez jus à festa dos torcedores no aeroporto de São José do Rio Preto no último fim de semana. Aos 33 anos e em sua volta ao clube após sete temporadas, o meia apareceu dentro da área para aproveitar cruzamento de Ernandes e mandar de cabeça para o fundo da rede.

A atuação no interior liga o sinal de alerta para o Corinthians. Não por causa da tática ou técnica, mas sim pela parte física dos jogadores neste início de temporada. Depois de ter estreado na última quinta-feira, o time teve dificuldades principalmente no segundo tempo. Sofreu pressão dos anfitriões e acabou ficando no lucro com o empate.

O lado positivo é que o Corinthians terá um tempo maior de recuperação para o próximo jogo. A equipe volta a campo na quinta-feira, contra a Ponte Preta, em Campinas.

*Com informações do Estadão Conteúdo