Crise pode fazer Corinthians dispensar parte dos funcionários nos próximos dias

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2020 19h18
Marco Galvão/Estadão ConteúdoCorinthians faz cortes durante a pandemia

O Corinthians deve dispensar atletas e funcionários nos próximos dias. O presidente André Sanchez e o diretor financeiro estavam avaliando a medida há alguns dias, mas a crise financeira causada pela pandemia do novo coronavírus agravou a situação.

Segundo informações do Globoesporte.com, o Corinthians está sendo muito afetado pela queda de receitas. Salários e férias de alguns colaboradores chegaram a ser parcelados.

Para quitar algumas dívidas, o clube espera receber em breve o valor correspondente a antecipação da venda de Pedrinho ao Benfica, intermediada por um banco estrangeiro.

Todos os departamentos devem realizar cortes, e as categorias de base devem ser as mais atingidas, já que algumas competições não devem voltar neste ano. Atletas sem contrato podem ser dispensados, e categoria sub-23 também tem futuro incerto. As peneiras de novos jogadores devem ser extintas.

Os cortes já chegaram a outros esportes, como o basquete, que foi encerrado – os próximos devem ser os esportes terrestres e aquáticos.

Assim como os outros clubes do Campeonato Brasileiro, o Corinthians reduziu os salário dos empregados e cortou as cargas de trabalho baseados na medida provisória criada pelo governo em caráter emergencial, que prevê a suspensão e alteração dos contratos durante a pandemia.