Emerson Sheik é citado por doleiros em operação “Cambio, desligo”

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2018 21h00 - Atualizado em 03/05/2018 21h28
Rodrigo Gazzanel/Agência CorinthiansSegundo delações, Emerson Sheik teria vendido 500 mil dólares a um doleiro

No dia seguinte à derrota para o Independiente na Libertadores da América, onde acabou sendo expulso, Emerson Sheik voltou à tona. O nome do atacante do Corinthians foi citado na operação “Cambio, Desligo”, deflagrada nesta quinta-feira (3) pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal.

De acordo com o UOL Esportes, Sheik foi citado nas delações dos doleiros Claudio Barbosa, o Tony, e Vinicius Claret, o Juca Bala. Segundo os acordos de colaboração, o atleta teria vendido 500 mil dólares a um outro doleiro, chamado Sérgio Mizrahy, através de uma conta bancária no exterior – o dinheiro acabou sendo utilizado para comprar um apartamento para o corintiano posteriormente.

A operação “Cambio, Desligo”, que é um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, cumpriu 43 mandados de prisão preventiva e dois de prisão temporária no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Distrito Federal, além de Paraguai e Uruguai.