Empresa cobra quase R$ 500 mil do Corinthians na Justiça, diz site

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2019 17h59
Divulgação

A empresa Vitalcred, fabricante de máquinas de cartões de crédito e débito, cobra na Justiça cerca de R$ 500 mil do Corinthians por conta de um contrato que ficou em vigência por pouco mais de um mês. A informação é do GloboEsporte.

O Corinthians assinou contrato de licenciamento com a empresa no dia 15 de dezembro e lançou a “POPTIMÃO”. Porém, no dia 17 de janeiro, pouco mais de um mês depois, o clube anunciou patrocínio com o Banco BMG, que também atua no mercado financeiro e precisou romper o primeiro contrato.

Segundo o GloboEsporte, o Corinthians iria receber R$ 480 mil anual da empresa de máquina de cartões em 12 parcelas mensais de R$ 40 mil. A Vitalcred depositou a primeira parcela, mas o clube devolveu, informando que o licenciamento quebraria uma das cláusulas de exclusividade do contrato com o BMG.

As partes teriam tentado um acordo, mas não chegaram a um consenso. A empresa agora cobra R$ 480 mil de multa na Justiça. A juíza indeferiu o pedido de pagamento em urgência e deu 15 dias para o Corinthians apresentar resposta.