Envolvente, Corinthians domina Botafogo e vence mais uma após a parada para a Copa América

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2019 18h49
Luis Moura/Estadão ConteúdoO argentino Mauro Boselli balançou as redes na vitória do Corinthians sobre o Botafogo em Itaquera

Esqueça o Corinthians amarrado, burocrático e pouco envolvente de antes da parada para a Copa América. Neste sábado, o time alvinegro voltou a jogar bem, dominou o Botafogo do primeiro ao último minuto e venceu por 2 a 0, em Itaquera, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Mauro Boselli, no primeiro tempo, e Everaldo, depois do intervalo. O melhor em campo, no entanto, foi Pedrinho, que vive grande fase.

Com o resultado, a equipe comandada por Fábio Carille manteve a invencibilidade depois do torneio de seleções (já são cinco vitórias e três empates em oito jogos) e chegou aos 27 pontos, ocupando momentaneamente a quinta posição – o São Paulo, sexto colocado, tem dois jogos a menos e 24 pontos. O Botafogo, por sua vez, estacionou nos 22 e se manteve no sétimo posto.

O Corinthians volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Fluminense, às 21h30 (de Brasília), em Itaquera, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso será no domingo da semana que vem, às 19h30, diante do Avaí, fora de casa. Já o Botafogo encara na próxima rodada a Chapecoense, às 20h do dia 26 de agosto (segunda-feira), no Rio de Janeiro.

Massacre do Corinthians contra o Botafogo

Não é exagero dizer que o Timão mandou no jogo deste sábado. Sem Cássio e Danilo Avelar, suspensos, Fábio Carille optou por mandar a campo um time mais leve, com Mateus Vital e Everaldo nos lugares de Sornoza e Clayson. No comando de ataque, Boselli foi titular em vez de Vagner Love.

Deu certo.

Envolvente, o time da casa dominou o Botafogo do início ao fim e, não fosse o goleiro Gatito Fernandez, poderia ter saído de campo com uma goleada. Só no primeiro tempo, foram 13 finalizações e seis chances claras de gol. O Botafogo até tinha mais posse de bola, mas não assustava a meta de Walter. O placar foi aberto aos 41min: Pedrinho fez linda jogada pela ponta esquerda e cruzou na medida para Boselli finalizar de primeira, no alto. Um belo gol.

O cenário foi mantido depois do intervalo: o time carioca perdido, encaixotado na marcação adversária, e o Corinthians solto, sabendo muito bem o que tinha de fazer em campo. Gatito continuou sendo exigido, mas foi novamente vazado aos 10min. O paraguaio espalmou finalização de Pedrinho, e, no rebote, Everaldo deu um tapa com enorme categoria no cantinho esquerdo. 2 a 0 Timão e grande atuação coroada com um ótimo resultado.