Gabriel destaca que não costuma ser expulso e diz ser a pessoa mais triste no mundo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 09/08/2018 08h22
EFE/Elvis GonzálezEFE/Elvis González

Gabriel saiu como vilão na derrota do Corinthians para o Colo Colo, pela Copa Libertadores. Ele foi expulso e praticamente acabou com as chances de reação do time paulista. Por isso o volante ficou tão triste após o jogo.

Gabriel destacou que não está acostumado a passar por isso: “se tivesse a pessoa mais triste no mundo seria eu, pela expulsão. Sou um jogador que passei isso uma vez na carreira. Hoje a segunda vez. É complicado”.

O volante corintiano fez duas faltas duras, recebeu dois cartões amarelos e portanto teve que sair do jogo. Ele disse que vai pensar no que fez para evoluir: “agora é virar a página, sei que é difícil, estou matutando muito isso na minha cabeça, mas tenho certeza de que o grupo vai me ajudar bastante. Eu também vou pensar para não errar novamente desse jeito e para a equipe voltar forte para os próximos jogos, porque temos muita coisa pela frente”.

Ele também afirmou que o Corinthians tem condições de reverter a derrota no jogo de volta, em São Paulo: “não tenho nem palavras, é só agradecer ao grupo pelo jogo que fez, principalmente segurando a pressão e congabriel seguindo levar um resultado que dá para virar na nossa casa, até porque temos uma força muito grande na nossa casa, com o apoio da nossa torcida”.