Mateus Vital quer ganhar a Libertadores no Corinthians antes de ir para a Europa

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2020 08h59
FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDOMateus Vital durante partida contra o Palmeiras

Mateus Vital deve ter o caminho livre para assumir a titularidade do Corinthians no retorno do futebol brasileiro. Isto, porque o meia deverá preencher a vaga deixada por Pedrinho, que migrará para o Benfica, de Portugal. Em entrevista ao “Estado”, nesta quinta-feira (21), o jovem falou que pensa em fazer história no Timão antes de se transferir para a Europa.

Vital, na verdade, já recebeu propostas da Roma (Itália) e Shakhtar Donetsk (Ucrânia), dois clubes do “Velho Continente”. O atleta, entretanto, preferiu permanecer na equipe do Parque São Jorge.

“Fico feliz, sinal de que meu trabalho tem sido reconhecido, mas prefiro deixar isso na mão dos meus agentes, para focar somente em jogar futebol e desempenhar um bom papel melhor dentro de campo. Se aparecer algo mais para frente, que seja bom para todos, a gente analisa e conversa. Eu ainda quero me dar bem no Corinthians”, disse Vital.

No clube desde 2018, Vital tem 117 jogos e cinco gols com a camisa alvinegra. Depois de ganhar o Campeonato Paulista duas vezes, ele agora mira mais alto e fala em ganhar o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores no time paulista.

“Quero buscar mais títulos, fazer história… Com certeza isso. Conquistar tudo que disputarmos, fazer com que o Corinthians volte a ganhar o Brasileiro, uma Copa do Brasil, que estivemos perto ano passado, e ir em busca de outro sonho que é ganhar a Libertadores”, comentou.

O meio-campista também demonstrou estar ansioso para a retomada do futebol no Brasil, que está parado desde março devido à pandemia de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

“A ansiedade existe, mas precisamos aguardar as determinações das autoridades de saúde. Todos nós queremos voltar, mas é preciso seguir os protocolos e priorizar a saúde neste momento. A questão de jogar sem torcida vai ter de ser um segundo passo, depois de retomados os treinos. Mas sabemos que tudo isso vai ter de ser algo avaliado pelos órgãos competentes”, declarou Vital.

“Estou conseguindo ficar mais com a minha filha, com certeza é um momento único e especial na vida de um homem. Por esse lado tem sido bom, mas por outro estou torcendo para as coisas melhorarem, pois estou com muita saudade do dia a dia do Corinthians e de jogar futebol”, concluiu.

*Com Estadão Conteúdo