Palmeiras ou Corinthians? Ex-jogadores dão palpites para final 

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2018 08h00 - Atualizado em 05/04/2018 18h31
Montagem sobre fotosZé Elias, Amaral e Luizão deram palpites para o clássico deste domingo, no Allianz Parque

Dezenove anos depois, Palmeiras e Corinthians voltam a decidir um título paulista, neste domingo, no Allianz Parque. O jogo está marcado para as 16h (de Brasília) e contará com transmissão ao vivo da Rádio Jovem Pan.

Na ida, sábado passado, em Itaquera, o time alviverde levou a melhor. A vitória por 1 a 0, gol de Borja, deu à equipe de Roger Machado a vantagem de jogar por um empate em casa.

O Corinthians, por sua vez, precisa de um triunfo por dois gols de diferença para faturar o bi no tempo normal – um triunfo simples, por um gol de frente, leva a decisão aos pênaltis.

Quem vai ser campeão?

A Jovem Pan fez essa pergunta para ex-jogadores históricos de Palmeiras e Corinthians. As respostas você confere abaixo!

Luizão 

“O Palmeiras deu um grande passo ao conquistar a vitória fora de casa no primeiro jogo. Mas Corinthians x Palmeiras é um clássico diferente. Em 2000, por exemplo, a gente (Corinthians) tinha muito mais time que o Palmeiras e perdeu (na semifinal da Libertadores). Hoje, o Palmeiras tem um elenco melhor, mas tudo pode acontecer. Apesar da vantagem, não dá para fazer um prognóstico.”

Luizão, corinthians

Amaral 

“Eu já vivi muito esses momentos de final. Os jogadores devem estar com aquele friozinho na barriga, aquela vontade de ir ao banheiro e não sai nada… É nervosismo. Mas é um jogo que vai ser decidido nos detalhes. O time do Palmeiras está bastante confiante, muito leve. Então, o Corinthians vai ter muitas dificuldades. O Palmeiras é o favorito porque joga em casa e porque já começa a partida como campeão, mas, do outro lado, tem o Corinthians, que é um time de tradição e que, quando chega em momento decisivo, cresce. Se fosse para dar um palpite, eu diria que o Palmeiras vai sair campeão. Não sei quanto vai ser o jogo, mas acho que o Palmeiras leva o título.”

Reprodução/EPTV

Zé Elias 

“O tamanho da vantagem do Palmeiras é grande, principalmente pela forma como o time tem se comportado nos últimos jogos. Tem jogadores experientes, que já viveram muitas finais, e um treinador extremamente competente. O Corinthians tem crescido em jogos decisivos e não pode ser descartado nunca, mas, jogando em casa, pelo empate, o Palmeiras é o favorito.”

Jovem Pan

Zenon

“Os dois times são muito iguais. Então, a possibilidade (de virada do Corinthians) existe. O primeiro jogo foi muito equilibrado, cheio de nuances. O Palmeiras foi mais feliz, aproveitou a chance que teve e saiu vencedor. Mas isso não quer dizer que a final já está decidida. Na minha opinião, o campeão está em aberto. O Corinthians é, tradicionalmente, um time que não se entrega, que batalha até o fim… Mas terá de ter outro comportamento no segundo jogo. Se eu sou o técnico do Corinthians, coloco o meu time para cima e faço do ataque a minha defesa.”

Zenon, corinthians

Juninho Fonseca

“A vantagem do Palmeiras é significativa, mas só até antes do jogo. O Palmeiras teve uma grande chance de já matar o confronto na ida. Jogou melhor e, quando ficou dez contra dez, teve oportunidades de fazer o segundo gol. A vantagem de uma vitória simples é importante, mas não é absoluta. Apesar do momento positivo do Palmeiras, o Corinthians pode reverter.”