Rodriguinho admite frustração por não ter sido convocado por Tite

  • Por Estadão Conteúdo
  • 15/03/2018 19h45
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians Rodriguinho participou do segundo gol do Corinthians sobre o Deportivo Lara

Um dos destaques do Corinthians na temporada, Rodriguinho ficou na expectativa para ser convocado pelo técnico Tite para os amistosos contra Rússia e Alemanha, mas não foi chamado no último teste antes do anúncio da convocação para a Copa do Mundo. Sincero, ele admitiu que ficou frustrado com a decisão.

“Acho que ‘frustrado’ é a palavra certa. Quando se cria expectativa e ela não acontece, você acaba ficando triste e frustrado. Mas, passadas algumas horas da convocação, tentei me motivar de novo. Como não estou nessa, tenho que trabalhar mais para estar na próxima”, comentou o meia, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (15), no CT Joaquim Grava.

Rodriguinho já foi convocado para os amistosos contra Colômbia, Austrália e Austrália. Somando a isso, vive uma grande fase com a camisa corintiana, por isso, manteve a esperança de ser lembrado para a Seleção Brasileira. Para voltar a ganhar chance, mesmo que depois da Copa, ele espera manter as boas atuações.

“Preciso manter o alto nível. Fazer gols ajuda e assistências também. E a cada jogo, quero melhorar e tentar manter uma regularidade alta”, disse.

O único jogador do Corinthians convocado por Tite para os amistosos contra Rússia e Alemanha foi o lateral-direito Fagner, que, por causa disso, deverá desfalcar o time no jogo de volta contra o Bragantino, pelas quartas de final, e também em uma possível semifinal do Paulistão, caso a equipe avance.