‘Sufocado’, Corinthians precisa vender jogadores para não fechar ano no vermelho

  • Por Jovem Pan
  • 28/08/2019 09h49
Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansPedrinho é a principal joia do atual elenco do Corinthians

O Conselho de Orientação do Corinthians (CORI) se reuniu na última segunda-feira para analisar as contas do clube no primeiro semestre. Os resultados mostram que o déficit no ano já ultrapassa R$ 100 milhões, o que significa o aumento da dívida.

O orçamento anual, que previa um superávit de R$ 650 mil, deve fechar no vermelho, de acordo com fontes ouvidas pelo “Estadão”.

Isso significa que o clube terá de vender jogadores para equilibrar as contas, mas a janela de transferências para as principais ligas europeias se encerra na próxima segunda-feira. O Corinthians teria de correr contra o tempo para fazer algum dinheiro dessa forma. Essa determinação já havia sido antecipada pelo presidente Andrés Sánchez em reunião do Conselho Deliberativo. A meta orçamentária é arrecadar R$ 50 milhões com venda de atletas.

O retrato financeiro do Corinthians tem algumas explicações. A principal delas é que as cotas de televisão são pagas apenas no segundo semestre, o que deve “aliviar” o déficit. Mesmo com essa atenuante, as contas de julho foram aprovadas com ressalvas pelo CORI. Uma outra solução é reduzir a folha de pagamento mensal até dezembro.

Os conselheiros alegaram que faltava o parecer da Comissão Fiscal do clube e também pediram explicações para o resultado negativo do semestre. O Corinthians não divulga os balancetes financeiros em seu site oficial. Sabe-se, no entanto, que o dinheiro dos jogos na Arena Corinthians são destinados às contas para pagar os custos dela. O time costuma colocar de 35 mil a 45 mil torcedores no seu estádio regularmente, fazendo rendas na casa dos R$ 2 milhões por partida.

O meia Pedrinho é a maior revelação do time nesta temporada. É um dos poucos que podem do elenco que podem ser negociados. Recentemente, ele disse que não há ofertas para que deixe o clube com destino à Europa. Comentou ainda que gostaria de se firmar no time antes de ser vendido.

  • Com informações do Estadão Conteúdo