Tiago Nunes confirma Ralf e Jadson fora dos planos e fala de novidades no Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2020 14h57
DivulgaçãoTiago Nunes foi apresentado no Corinthians

Tiago Nunes foi apresentado nesta segunda-feira (6) como novo treinador do Corinthians. Em entrevista coletiva, o ex-comandante do Athletico-PR falou sobre o planejamento para a temporada 2020, atualizou a situação de alguns possíveis reforços do Timão nesta janela de transferências e confirmou as saída dos meio-campistas Ralf, Renê Júnior e Jadson, jogadores que não se reapresentaram no CT Joaquim Grava com o restante do grupo.

“Quero reiterar que é um primeiro passo num novo ciclo, uma nova temporada, um sonho que se realiza, pelo fato que todo mundo que se apaixona pelo futebol pensa em jogar ou estar próximo dos principais clubes do mundo. Hoje fazer parte de uma posição tão importante, ser treinador do Corinthians, um dos maiores do mundo, é motivo de honra e prazer”, começou o técnico.

O treinador recém-contratado também falou sobre as conversas com a diretoria corintiana desde o momemo que acertou a sua vinda ao time paulista. Além disso, Tiago Nunes praticamente cravou as saídas de Ralf e Jadson do clube.

“Desde o momento em que aceitei dirigir o Corinthians em 2020, a gente manteve contatos diários, principalmente com o Duílio, para que a gente construísse as ideias em termos de comissão técnica, organização de clube e construção do plantel. Tivemos reuniões, fiz indicações de atletas, mais de um por posição, até para ter plano A, B, C. Essa participação foi conjunta, direção fez o máximo de esforço. Sabemos que o mercado é difícil, existe muito leilão e os atletas acabam se valorizando. O Ralf tem todo o meu respeito, uma história maravilhosa, e a opção por ele não permanecer é por características. Os atletas escolhidos para permanecer tem mais a ver com o que imagino de modelo de jogo”, declarou.

“À exemplo do que falei sobre o Ralf, tenho todo respeito pela trajetória linda dele no Corinthians, mas por ter jogadores com características parecidas no plantel, vamos acabar não utilizando ele nesse momento”, continuou.

Sornoza e Jadson não estão nos planos do Corinthians para 2020

Falando abertamente de jogadores cobiçados pelo Corinthians, Nunes opinou sobre Sidcley, Michael e Cantillo.

“Eu não trabalhei diretamente com o Sidcley, mas tenho relação boa com ele. À exemplo do Michael, estava numa lista com outros nomes. A direção está fazendo o máximo de esforço para esgotar as primeiras opções. Estou bem contente pelo que vem sendo feito, vamos conseguir completar o elenco com jogadores de qualidade”, informou.

“Cantillo é um organizador de jogo, box to box, joga de área a área, ele não tem muitos gols na carreira, mas um alto índice de assistências. Para um time que quer ser vertical, ele vai muito ao encontro disso. Esperamos que ele entregue o mesmo do Junior, sendo um dos maiores passadores da liga, dando ritmo, num jogo em que haja mais posse de bola, aproximação com os atacantes”, prosseguiu.

Tiago também fez questão de exaltar as qualidade de Luan, principal contratação do time do Parque São Jorge até o momento.

“É daqueles atletas que costumamos falar que o futebol está carente, criativo, com potencial de assistência, gols, bola parada. Recentemente foi eleito o melhor da América. Ele tem idade compatível para entregar alta performance. Em 2018 ele teve muitas lesões, mas no ano que passou teve menos, conseguiu ter uma rotina de jogos, e entregou ótimos números. Conversei com amigos do Grêmio e eles foram unânimes em dizer que fisicamente ele estaria inteiro. A minha responsabilidade é criar um cenário favorável para ele jogar bem, acredito muito que ele vai entregar essa performance numa grande temporada”, falou.

Na entrevista, Tiago afirmou que Danilo Avelar deixará a lateral esquerda, sua posição de origem, para concorrer a uma vaga de zagueiro pelo lado esquerdo.

“Construí com o Avelar a ideia de ele disputar a posição como zagueiro. Já existia essa conversa. Liguei para ele e perguntei para ele. Ele já faria parte do plantel de qualquer forma. Perguntei em que momento de vida ele estava e como via essa possibilidade de jogar de zagueiro. Por mais que ele tenha característica para jogar de defensor, ele está há muitos anos como lateral. Mas ele topou o desafio. Vamos usar Sidcley e Lucas Piton na lateral, aí fica a disputa sadia com todos os defensores ali. Ele tem um facilitador que é ser canhoto”, afirmou.