Tiago Nunes lamenta falta de pontaria do Corinthians e não crava Pedrinho como titular

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2020 08h59
MARCO GALVÃO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOTiago Nunes durante treinamento do Corinthians

Tiago Nunes concedeu entrevista coletiva após a derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Guaraní (Paraguai), na noite da última quarta-feira (5), em Assunção, em confronto válido pela 2ª fase da Libertadores. Lamentando o baixo aproveitamento nas finalizações do time alvinegro, o treinador viu a equipe apresentar um bom futebol e ter o controle do jogo na maior parte do tempo.

De acordo com estatísticas do “SofaScore”, o Corinthians teve 72% da posse de bola e finalizou muito mais que o adversário (19 a 8). O clube do Parque São Jorge, entretanto, levou um gol cedo e sofreu para superar a marcação adversária.

“A avaliação pode ser vista de diversos ângulos. Se pensarmos no volume de jogo que tivemos, com as chances criadas, foi ruim. Mas, ao mesmo tempo, tivemos um controle de jogo muito grande. Tivemos seis chances de gol. Aí passa no aproveitamento, ter um aproveitamento melhor neste controle de jogo. Mas existem várias maneiras de ganhar. A equipe do Guaraní teve muito mérito, foi competitiva, fez um gol cedo que acabou tirando nosso foco por alguns minutos”, analisou.

Para o técnico, o Timão segue vivo na briga competição e tem totais condições para reverter o resultado. Na próxima quarta-feira (12), na Arena Corinthians, o conjunto brasileiro precisará vencer por 2 ou mais gols de diferença para avançar no tempo regulamentar.

“É um jogo de 180 minutos. Vai terminar em São Paulo. Temos que buscar fazer todo o esforço possível para reverter”, disse. “O jogo é feito de derrotas, empates, vitórias. Vamos empatar fora, perder fora, vencer fora, não é o que mais me preocupa. A minha preocupação é entender a característica da competição. Por ser mata-mata, temos que ter uma eficiência muito grande. Pelo tempo trabalhado, penso que nossa equipe se encontra em um estágio muito bom”, continuou.

Para o duelo de volta, o treinador poderá contar com Pedrinho, que está a serviço da seleção brasileira sub-23, no Pré-Olímpico. Tiago Nunes, no entanto, não crava o atacante como titular da equipe.

“Até o momento não pensei no Pedrinho pelo fato de ele estar servindo à seleção brasileira. Ele vai ter que ter uma adaptação a nossas ideias de jogo, temos que entender onde ele mais pode atuar. Ele vai ter que merecer jogar, ninguém tem cadeira cativa. Na minha humilde opinião, o atleta tem que merecer. Para merecer, o atleta tem que mostrar no dia a dia. Se trata de um grande jogador, de muita qualidade, mas ele tem que competir com os companheiros para merecer essa vaga na equipe”, comentou.

Antes do duelo eliminatório, o Corinthians tem compromisso pelo Campeonato Paulista. No próximo domingo (9), o time recebe a Inter de Limeira, em partida válida pela 5ª rodada. Na coletiva, Nunes deu indício que mandará a campo uma equipe alternativa.