Tiago Nunes responsabiliza arbitragem pela eliminação e isenta Pedrinho de culpa

  • Por Jovem Pan
  • 13/02/2020 08h46
Joka Madruga/Futura Press/Estadão ConteúdoTiago Nunes é treinador do Corinthians

Tiago Nunes afirmou que o principal responsável pela eliminação do Corinthians na Libertadores foi o árbitro argentino Néstor Pitana. Em entrevista coletiva, após a partida diante do Guaraní (Paraguai), na Arena, em Itaquera, o treinador também isentou de culpa o meia-atacante Pedrinho, que acabou sendo expulso ainda no primeiro tempo.

“Queria agradecer ao nosso torcedor, que valorizou muito o esforço dos atletas em campo aplaudindo depois da partida. E parabenizar os jogadores pelo o que eles fizeram, se doaram muito. Criamos o suficiente para vencer. Ao mesmo tempo, quero pedir desculpas a arbitragem brasileira pela crítica que fazemos, ainda mais enfrentando uma arbitragem terrível como a de hoje, do Néstor. Um cara experiente no futebol, sabe levar um jogo da maneira que deseja. Foi determinante”, acusou.

“Importante lembrar que vencemos, criamos para tal, jogamos com um a menos (Pedrinho expulso). Fomos superiores ao adversário nas duas partidas. Em um momento pontual, até o momento que houve a falta que não aconteceu, o Gil não toca no jogador deles. Quando as coisas fogem do nosso controle, saem da normalidade do campo, é difícil fazer uma avaliação precisa”, continuou.

Tiago Nunes também poupou Pedrinho e disse que o jovem não foi culpado pela expulsão aos 28 minutos do primeiro tempo.

“Não tem nada de vilão, é um jogador muito importante para a nossa equipe. A primeira falta foi um acidente, foi bem na minha frente. A segunda ele nem enxerga, está de costas tentando a bicicleta, mas o adversário antecipa. Como vou culpar? Não tem como. Enquanto esteve em campo contribuiu muito. Tem todo o nosso carinho. Eu não fico passando responsabilidade, temos que lamber nossas feridas, saber o que precisamos melhorar. Que esse momento sirva de aprendizado”, afirmou.

O Timão tentará se reerguer na temporada no próximo sábado (15), quando visita o São Paulo, no Morumbi. em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Paulista.