‘Trabalhador’, Ramiro celebra rápida adaptação no Corinthians: ‘Acostumar-se com coisa boa é fácil’

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2019 17h44 - Atualizado em 06/06/2019 17h46
Rodrigo Gazzanel/Estadão ConteúdoRamiro chegou ao Corinthians no início do ano passado

Décimo primeiro jogador do elenco do Corinthians com mais jogos na temporada, Ramiro está satisfeito com o início de passagem pelo clube alvinegro. Nascido em Gramado, no Rio Grande do Sul, o jogador que foi revelado pelo Juventude e atuou por quase seis anos no Grêmio já se considera “perfeitamente adaptado” ao atual tricampeão paulista.

A afirmação foi feita em entrevista exclusiva ao repórter André Ranieri, da Rádio Jovem Pan.

“Eu sempre digo que se acostumar com coisa boa é fácil”, disse Ramiro, com bom humor. “Eu tive esse processo na minha carreira de sair do Grêmio, que também é um clube gigante, com uma estrutura maravilhosa, e vir para o Corinthians, que a gente sabe que é maior, tem mais torcida, mais massa… Tudo é mais, digamos assim, em função do peso da camisa. Mas, como eu disse, adaptar-se com coisa fácil é tranquilo. O grupo me recebeu muito bem, e eu já me sinto perfeitamente adaptado”.

Dos 36 jogos disputados pelo Corinthians na temporada, Ramiro atuou em 23. Apesar de não ser titular absoluto, o meia exerce liderança junto ao grupo e goza da confiança do técnico Fábio Carille. Tanto que, na entrevista coletiva do título paulista, era ele quem estava ao lado do comandante – Fagner e Clayson também participaram da conversa com a imprensa.

“Eu estou construindo uma história com a minha personalidade. Sou um cara trabalhador, dedicado… Vou buscar o meu espaço. Se eu estiver jogando ou não, vai ser escolha do treinador. Obvio que eu quero jogar sempre, mas respeito os meus companheiros e a escolha do técnico. O que me resta é dar sempre o máximo nos treinos e jogos, e isso eu faço”, destacou.

A decisão de deixar o Grêmio após as conquistas dos títulos da Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana e Campeonato Gaúcho foi bastante consciente. “Eu cheguei ao Grêmio em 2013. Passei pelo sub-20 e, depois, subi para o profissional. Criei muitas amizades, um vínculo muito forte com o clube, mas foi um ciclo que se encerrou. Eu achava que precisaria dar uma renovada na minha carreira, buscar um novo desafio, e foi isso o que fiz ao vir para o Corinthians”, finalizou.

A entrevista exclusiva de Ramiro a André Ranieri vai ao ar na tarde do próximo domingo, na Rádio Jovem Pan. Fique ligado!