Vitor Pereira conta por que aceitou proposta do Corinthians e diz que tem ‘o mesmo DNA do clube’

Com contrato assinado até o fim deste ano, o técnico deve estrear somente no dia 5 de março, quando a equipe visita o rival São Paulo, no Morumbi

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2022 17h55 - Atualizado em 25/02/2022 18h04
Ozan KOSE / AFP Vitor Pereira, treinador do Corinthians, nos tempos de Fenerbahçe Vitor Pereira, treinador do Corinthians, nos tempos de Fenerbahçe

Vitor Pereira falou pela primeira vez como treinador do Corinthians nesta sexta-feira, 25. Ainda em Portugal, o técnico conversou com jornalistas afirmou que possui algumas semelhanças com o clube. “Eu e o Corinthians temos um pouco do mesmo DNA. Eu sou um pouquinho louco (risos). Escolho sempre projetos que me desafiam, projetos com paixão, como é o caso deste do Corinthians”, afirmou o treinador no aeroporto da cidade do Porto.

Sem dar muito detalhes da negociação, Vitor Pereira afirmou que aceitou a proposta do Corinthians após muita insistência do presidente Duílio Monteiro Alves. “No início das conversas com o Duilio, eu não estava preparado, a minha família não estava preparada, mas a insistência do Corinthians valeu. Repito: eu sou intuitivo. Acho que é ali. É ali. Vamos lá com tudo”, explicou Pereira, que logo em seguida completou: “Já tive outras oportunidades de ir para o Brasil, mas considerei que não era o momento. Neste momento, me deixei levar.”

Com contrato assinado até o fim deste ano, Vitor Pereira deve assumir o Corinthians somente no dia 5 de março, quando a equipe visita o rival São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Demonstrando ter conhecimento sobre o futebol nacional, o técnico elogio a qualidade dos clubes brasileiros. “O campeonato é competitivo, o Corinthians tem uma torcida incrível… e o presidente insistiu comigo. Insistiu, insistiu e insistiu. Conseguiu então me convencer. Eu sou muito emocional e intuitivo nas minhas escolhas. Aceitei o Corinthians porque senti que tem a ver comigo”, declarou.