CR7 revela desejo de jogar na Inglaterra durante depoimento à Justiça Espanhola

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2017 14h51
Cristiano Ronaldo quase deixou o Real Madrid por conta de acusações de fraude fiscal na Espanha

Antes mesmo da novela envolvendo a contratação de Neymar pelo PSG, a pré-temporada do futebol europeu esteve agitada por conta das especulações de que Cristiano Ronaldo, acusado de fraude fiscal, se incomodou com a Justiça Espanhola e estaria interessado a deixar o Real Madrid após as denúncias.

O craque português resolveu continuar na Espanha, porém, um vídeo do seu depoimento, divulgado nesta segunda-feira (11) pelo jornal português Correio da Manhã mostrou o atual melhor do mundo disposto a deixar a Espanha.

Visivelmente irritado com as acusações e com a repercussão do caso, Cristiano Ronaldo chegou a dizer que preferia voltar à Inglaterra, país onde atuou por seis anos, quando defendia o Manchester United.

“Vamos ser claros. Eu entendo seu trabalho. Se criou uma magnitude tão grande, desde outros que não vou citar. Eu nunca ocultei nada. Na Espanha, Inglaterra, na Itália, sempre faço o que a lei manda. Nunca tive problema na Inglaterra. Por isso que…não vou dizer isso. Mas por isso que gostaria de voltar para a Inglaterra”, declarou CR7.

O depoimento foi prestado no dia 31 de junho, em um tribunal em Madri, alguns dias depois de Zidane confirmar que Cristiano continuaria vestindo a camisa merengue. Mas, antes de ter a permanência confirmada, o Real Madrid suou para conseguir convencer o craque, que disputava a Copa das Confederações com a seleção de Portugal, na Rússia, e estava convicto de sua saída.

Cristiano Ronaldo teve férias prolongadas do Real Madrid e não participou dos amistosos de pré-temporada que o time fez nos Estados Unidos. Ele voltou a jogar na Supercopa da Espanha, contra o Barcelona, e levou um cartão vermelho por tirar a camisa na comemoração de gol, além de levar outros quatro jogos de suspensão no Espanhol por ter empurrado o árbitro. Ele deve jogar na estreia do Real na Liga dos Campeões, na próxima quarta-feira (13), contra o APOEL.