Cuca revela desculpas de Felipe Melo e espera fim de janela para reintegrá-lo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/08/2017 21h03
Apesar de reintegração, Cuca não deve usar Felipe Melo nas partidas do Palmeiras

Após tanta polêmica, entrevistas e afastamento, Felipe Melo deve ser reintegrado ao elenco do Palmeiras. Cuca admitiu que, se o volante não for negociado com o futebol europeu, ele será reintegrado e voltará a treinar com os demais atletas do elenco alviverde. O treinador contou que teve uma conversa com o jogador e que pretende fazer isso para não prejudicar a carreira do atleta e também evitar possíveis processos.

“Acho que o Felipe foi muito mal na questão do áudio dele e já falei isso pessoalmente. Ele reconheceu o erro e se desculpou. Acredito que isso o torna uma pessoa grande. Eu não sou o que ele falou que eu era. Não tenho nada contra ninguém e vamos esperar essa semana, que fecha a janela (de transferências internacionais). Se não aparecer nada para ele, não quero prejudicá-lo e tem ainda uma questão jurídica”, disse Cuca.

Apesar da reintegração, Felipe Melo não deve ser aproveitado por Cuca. Os dois tiveram problemas e o jogador foi afastado depois de criticar o treinador após a eliminação da equipe na Copa do Brasil. Além disso, um áudio em que o volante chamava Cuca de “mentiroso e mau caráter” piorou a situação e fez com que ele deixasse de treinar com o grupo.

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, teve uma reunião com advogados de Felipe Melo para tentar uma rescisão amigável do contrato, mas não houve acordo. O jogador disse ter sido sondado por alguns clubes do Brasil, mas o Palmeiras assegura que não recebeu nada. O volante notificou o Palmeiras extrajudicialmente, alegando que não estava recebendo as mesmas condições de trabalho dos outros jogadores e pedia reintegração.