Deschamps diz que pensou na equipe ao não convocar Benzema

  • Por EFE
  • 30/08/2017 09h54
Benzema está fora da seleção francesa desde 2015

O técnico da França, Didier Deschamps, argumentou que pensou no melhor para a equipe ao não convocar Karim Benzema para a seleção desde que o jogador se envolveu em uma suposta chantagem ao meia Mathieu Valbuena.

Em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal Le Parisien, Deschamps reconheceu que deixar Benzema fora da seleção “não foi uma das decisões mais fáceis” e que defendeu “muito” o jogador tanto antes como durante a polêmica porque “parecia lógico”, na opinião do técnico.

“Fiz uma análise não sobre um indivíduo, mas sobre um grupo. O coletivo sempre esteve acima. Depois convoquei unicamente em função do que acredito que seja bom para a seleção francesa. Sempre trabalhei assim. Decidi e assumo a minha decisão”, argumentou.

A França enfrenta a Holanda nesta quinta-feira (31) e Luxemburgo no dia 3 de setembro pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo. Fora da atual convocação de Deschamps, Benzema segue fora da seleção desde 2015.