Dorival Júnior recebe propostas e negocia com dois times espanhóis

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2019 14h42
Gilvan de Souza/Flamengo/DivulgaçãoO último clube de Dorival Júnior foi o Flamengo, na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado

O sonho de Dorival Júnior está prestes a se realizar. Em entrevista exclusiva ao narrador Fausto Favara, da Rádio Jovem Pan, o treinador de 57 anos revelou ter recebido propostas de dois clubes da Espanha. Dorival não revelou o nome das equipes, mas disse que está negociando e que um acerto pode acontecer nos próximos dias.

“Eu estou aguardando uma situação de fora do País. Fui na semana passada para a Espanha e conversei longamente com duas equipes”, revelou. “Elas mandaram proposta, eu alterei algumas coisas e passei de volta dando um ‘ok’ da minha parte. Agora, preciso aguardar”, acrescentou.

Dorival Júnior disse ainda que, neste momento, tem priorizado essas duas possibilidades. Ele afirmou que só abrirá conversas com clubes brasileiros caso as negociações com o mercado europeu fracassem.

“Há um prazo definido para que essas definições aconteçam. Não finalizando, é natural que eu esteja novamente no mercado (nacional). Mas, neste instante, eu tenho a necessidade de aguardar, até porque firmei um compromisso assinando uma documentação”, complementou.

Sonho antigo

Há dois anos, também em entrevista à Jovem Pan, Dorival já havia revelado o sonho de trabalhar na Europa. “Eu gostaria, nem que fosse em uma equipe de segunda divisão”, afirmou, na ocasião. “Acho que seria uma experiência muito importante para mim. Temos de abrir um pouco desse mercado, que, na verdade, nós nunca tivemos”, acrescentou.

E ele tem razão. O último brasileiro a treinar um clube de uma das cinco principais ligas da Europa foi Leonardo, que comandou a Inter de Milão na temporada 2010/11. Voltando um pouco no tempo, é possível lembrar dos nomes de Vanderlei Luxemburgo e Luiz Felipe Scolari. O primeiro treinou o Real Madrid em 2005, e o segundo comandou o Chelsea de 2008 a 2009.

O último clube de Dorival Júnior foi o Flamengo. Ele assumiu o time carioca na reta final do Brasileirão do ano passado e, após sete vitórias em 12 jogos, não teve o contrato renovado, dando lugar a Abel Braga.