Equador está otimista: “Se ganhamos da Argentina, podemos vencer o Brasil também”

  • Por EFE
  • 16/08/2017 15h30 - Atualizado em 16/08/2017 15h32
Fidel Martínez é um dos destaques da Seleção Equatoriana nas Eliminatórias

O presidente da Federação Equatoriana de Futebol, Carlos Villacis Naranjo, demonstrou otimismo para a partida da seleção do país contra o Brasil, no próximo dia 31, em Porto Alegre, pela 15ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

“Vamos com todo o ânimo contra o Brasil. Se ganhamos da Argentina em Buenos Aires por 2 a 0 de maneira histórica, fora o baile, por que não podemos ir ao Brasil e vencer também?”, questionou o dirigente a respeito do confronto marcado para a Arena do Grêmio.

Em outubro de 2015, na abertura da Eliminatórias Sul-Americans, o Equador enfrentou os argentinos no Monumental de Nuñez e venceu por 2 a 0. Desde então, os equatorianos oscilaram bastante e agora aparecem em sexto lugar na tabela de classificação, com 20 pontos, dois a menos que a própria bicampeã mundial, quinta colocada.

“Tenho certeza de que os jogadores se entregarão até a morte, a comissão técnica também está muito motivada, com muita fé para obter um bom resultado e depois receber a seleção peruana”, declarou o dirigente.

O técnico do Equador, Gustavo Quinteros, fará a convocação para os jogos contra Brasil e Peru na próxima segunda-feira (21).