Faixas, bandeiras e instrumentos musicais de organizadas vão voltar aos estádios paulistas

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2017 15h30 - Atualizado em 25/07/2017 16h01
A festa com bandeiras e faixas está próxima de voltar a acontecer na arquibancada dos estádios paulistas

As bandeiras, faixas e instrumentos musicais vão voltar em breve aos estádios paulistas. Uma reunião na Secretaria da Segurança Pública, em São Paulo, serviu para flexibilizar as limitações impostas recentemente às torcidas organizadas. Dentre elas, acertar o retorno dos adereços para as arenas do Estado de São Paulo.

A reunião contou com a presença de membros do Poder Judiciário, Ministério Público, Polícia Civil e Militar, Federação Paulista de Futebol e dos quatro principais clubes de São Paulo. Para o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, as mudanças são possíveis pois as torcidas estão mais maduras.

“A partir do segundo turno do Brasileirão a gente vai adotar essa medida. Nos últimos tempos, as torcidas estão demonstrando uma certa maturidade, com um comportamento mais adequado. E isso mostra que é possível sim estabelecer essa flexibilização”, disse Mágino Alves Barbosa Filho.

O promotor de justiça de São Paulo, Paulo Sérgio Castilho, também participou da reunião e compartilha desse entendimento. No entanto, o integrante do Ministério Público de São Paulo afirma que as agremiações terão que ficar atentas para qualquer confusão que venham a ser envolver a partir de agora.

“Todos os membros das torcidas organizadas terão que ser cadastrados e esse cadastro deverá ser fornecido a nós. Eles vão ter que se comprometer a não se envolver em atos de violência, a não acender sinalizadores dentro dos estádios e não afrontar a Polícia Militar. Qualquer passo significará um retrocesso enorme”, comentou o promotor.

Um novo encontro, com a presença das torcidas organizadas, deve acontecer na próxima semana para apresentar as medidas de flexibilização e as condições que elas precisam adotar para que as mudanças sejam aprovadas. A ideia é que no segundo turno do Campeonato Brasileiro as novidades já estejam em vigor.

Algo que já foi definido é que os clássicos continuarão tendo torcida única. Segundo a SSP, a adoção da torcida única propiciou aumento de 23% de público nos 27 clássicos paulistas realizados desde então, em comparação com os 27 clássicos realizados anteriormente. Também diminuiu em 50% os confrontos entre organizadas.