Falcão vê Tite com pressão desnecessária pré-Copa América: ‘Não está preocupado só em renovar’

  • Por Jovem Pan
  • 14/11/2018 16h18 - Atualizado em 14/11/2018 16h26
Reprodução Paulo Robeto Falcão disputou as Copas do Mundo de 1982 e 1986 com a camisa da Seleção Brasileira

Há dez dias, em entrevista ao SporTV, Tite colocou a conquista da Copa América como uma “obrigação” da Seleção Brasileira. “Ela te exige. Não sou nenhum puritano para não saber que eu preciso de desempenho e resultado”, justificou.

A fala repercutiu bastante, é verdade, mas, na visão de um dos maiores nomes do futebol nacional, guarda um grande equívoco.

Em entrevista exclusiva a Nilson Cesar que vai ao ar no próximo Plantão de Domingo, na Rádio Jovem Pan, Paulo Roberto Falcão indicou que Tite erra ao se pressionar tanto em busca de resultados. Para o ex-meio-campista, a preocupação por vitórias a curto prazo tem impedido o técnico de renovar a Seleção visando àquele que deveria ser o seu maior objetivo: o título da Copa do Mundo de 2022.

“A meu ver, o Tite, nesse momento, não está preocupado só em renovar. Ele está preocupado com o resultado, também”, afirmou Falcão. “A gente vê que alguns jogadores têm sido convocados para que ele possa ter a Copa América, que, na cabeça dele, é obrigação de ganhar”, acrescentou.

“Mas, para mim, obrigação é jogar bem, ter uma boa performance. Jogando bem, você tem mais chance de ganhar. Mas é bem claro que ele também está preocupado com o resultado. Tanto que tem convocado jogadores que claramente não estarão na próxima Copa do Mundo”, finalizou.

Bastante questionado após a eliminação no Mundial da Rússia, Tite comandará a Seleção Brasileira nos amistosos contra Uruguai e Camarões, nas próximas sexta e terça-feira, respectivamente. Estes serão os últimos compromissos do Brasil em 2018.

A Copa América será disputada entre junho e julho do ano que vem, no País pentacampeão mundial de futebol.