Fifa descarta realizar Copa do Mundo de 2022 com 48 seleções, diz jornal inglês

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2019 17h18
EFE/ Cristobal HerreraInfantino

A Copa do Mundo no Catar, em 2022, não deve aplicar o novo modelo de 48 seleções, como pretendia a Fifa. Segundo o jornal inglês The Times, a entidade máxima do futebol repensou e decidiu abandonar o projeto de expandir a quantidade de participantes do torneio já para a próxima edição da competição e vai manter com 32 seleções.

Segundo o The Time, pesou contra a expansão da Copa fatores logísticos e políticos. Para se aplicar a Copa do Mundo com 48 países, seria necessário realizar algumas partidas fora do Catar, que tem um território equivalente à Sergipe, menos estado brasileiro. Isso implicaria, portanto, a recorrer a nações vizinhas, como Emirados Árabes e Arábia Saudita. Porém, esses países possuem relações diplomáticas tensas com o Catar. A Fifa deve oficializar em junho a manutenção da Copa com 32 países.

O formato da Copa com 48 seleções deve estrear somente em 2026, quando Canadá, México e Estados Unidos serão os países-sede. O presidente da Fifa, Gianni Infantino, está empenhado no projeto de crescimento do Mundial sob a justificava de ampliar o seu alcance e conseguir fazer o torneio ser mais lucrativo em contratos de patrocínio e cotas de direitos de transmissão.

*Com Informações do Estadão Conteúdo