Fifa remarca clássico entre Brasil e Argentina para 22 de setembro e pede para CBF indicar estádio até junho

‘Clássico da Anvisa’ foi interrompido no ano passado após agentes invadirem o gramado da Neo Química Arena para impedir que argentinos que haviam violado regras sanitárias participassem da partida

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2022 18h02 - Atualizado em 22/04/2022 20h47
Alex Silva/Estadão Conteúdo - 05/09/2021 Os jogadores Neymar e Lionel Messi conversam com agentes da Anvisa e da Polícia Federal que invadiram o campo da Neo Química Arena Neymar e Messi conversam com agentes da Anvisa e da Polícia Federal

O jogo das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo entre Brasil e Argentina, suspenso por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi remarcado para o dia 22 de setembro. A Fifa anunciou a decisão nesta sexta-feira, 22, e determinou que a CBF indique até o dia 22 de junho (três meses antes do novo confronto) em qual estádio será realizada a partida. Marcado inicialmente para 5 de setembro de 2021, o maior clássico sul-americano de seleções foi interrompido aos 5 minutos após agentes da Anvisa invadirem o gramado da Neo Química Arena para impedir que quatro jogadores argentinos que haviam violado regras sanitárias participassem da partida.

Este é o único jogo que falta parta o encerramento do qualificatório da Conmebol. A classificação não sofrerá modificações qualquer que seja o resultado — a equipe de Tite á garantiu a primeira colocação, e a de Scaloni, a segunda. Brasileiros e argentinos vão se enfrentar antes, em 11 de junho, em um amistoso preparatório para a Copa do Mundo do Catar. O jogo será realizado na Austrália. Além da maior rival, a seleção brasileira enfrentará em sua fase preparatória em busca do hexa Coreia do Sul e Japão, em junho, México, em setembro, Sérvia, Suíça e Camarões, entre outubro e novembro.