Filipe Luis tem lesão confirmada, é cortado da Seleção e dá lugar a Jorge

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/09/2017 14h20
Divulgação / AS Monaco Jorge, ex-jogador do Flamengo, foi convocado para o lugar de Filipe Luis na Seleção

O lateral-esquerdo brasileiro Filipe Luis foi cortado da Seleção Brasileira, nesta quinta-feira (28), devido a uma lesão de grau 1 no músculo isquiotibial (na parte posterior da coxa), sofrida durante a derrota do Atlético de Madrid para o Chelsea, na quarta (27), em jogo válido pela segunda rodada do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa. Para o lugar dele, a CBF convocou o lateral Jorge, ex-Flamengo, que atualmente defende o Monaco.

Segundo comunicado do clube espanhol, Filipe Luis terminou a partida contra os ingleses com dores na musculatura e foi submetido – nesta quinta – a uma ressonância magnética, que confirmou a lesão. Os médicos do Atlético disseram que o quadro está “pendente de evolução”, mas não se pronunciaram publicamente em relação ao tempo de recuperação para este tipo de lesão.

No entanto, o médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, revelou, por meio de nota oficial no site da CBF, que o jogador não estará de volta aos gramados a tempo dos próximos compromissos do Brasil pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, contra Bolívia, em 5 de outubro, em La Paz, e Chile, cinco dias depois, no Allianz Parque, em São Paulo.

“Tive um contato com o departamento médico do Atlético de Madrid e com o Filipe. É o tipo de lesão que requer uma recuperação de, no mínimo, 15 dias. Por isso, decidimos pela desconvocação e seguiremos a sua recuperação à distância”, informou Lasmar, na mesma nota oficial que confirmou a convocação de Jorge como substituto.

Desta forma, o técnico Tite terá de testar uma terceira opção na posição contra bolivianos e chilenos pelo qualificatório sul-americano, pois o titular da lateral esquerda da equipe nacional, Marcelo, já havia sido cortado do grupo brasileiro por causa de uma lesão na coxa esquerda sofrida em jogo pelo Real Madrid.

Para o lugar de Marcelo, Tite já havia chamado Alex Sandro, da Juventus, que tem boa chance de ser o titular do Brasil nos confrontos diante de bolivianos e chilenos nestas duas rodadas finais das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018.