Flamengo assina contrato para assumir gestão do Maracanã em parceria com o Fluminense

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2019 18h00
Marcelo Cortes/FlamengoGoverno do Rio oficializa a permissão de uso do Maracanã a Flamengo e Fluminense

Em uma cerimônia realizada na tarde desta sexta-feira (12), no Palácio da Guanabara, sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, com o governador Wilson Witzel, e os presidentes de Flamengo, Rodolfo Landim, e do Fluminense, Pedro Abad, foi assinado o contrato para que os dois clubes assumam a gestão do Maracanã pelos próximos seis meses.

Os clubes assumirão a administração do estádio a partir do dia 19 de abril e, neste período em que os times estarão à frente da mais tradicional arena do Brasil, o governo do Rio vai abrir um processo de licitação para escolher um gestor por um tempo maior. O contrato assinado nesta sexta, porém, prevê que o compromisso pode ser renovado por mais seis meses.

Durante o evento, o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel fez questão de esclarecer que o contrato só pôde ser assinado pelo clube rubro-negro, pois o Tricolor não possui as certidões negativas de débito necessárias para firmar, no papel, este tipo de acordo com o Estado.

Entretanto, o Flu, na prática, será parceiro do Fla na administração do estádio, cujo contrato para poder cumprir esta finalidade específica e estabelecer as condições para a mesma ainda está sendo elaborado pelos dois clubes.

Pelo compromisso formado, os clubes vão arcar com o custo mensal de administração do Maracanã, que é de aproximadamente R$ 2 milhões, além do pagamento mensal de R$ 166.666,67 ao governo. Este valor será repassado ao complexo Célio de Barros e Júlio Delamare, anexos ao estádio.

Para completar, os clubes poderão explorar o Tour Maracanã desde que devolvam ao Estado 10% do faturamento mensal desta atração ou paguem um valor mínimo de R$ 64 mil.

Com informações de Agência Estado