Flamengo passeia, não dá chances ao Palmeiras e volta à liderança do Brasileirão

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2019 17h53
GILVAN DE SOUZA/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOGabigol

O Flamengo venceu o Palmeiras por 3 a 0, na tarde deste domingo (1º), no Maracanã, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro e assumiu a liderança da competição. Gagibol, duas vezes, e Arrascaeta marcaram para o Rubro-Negro.

Domínio constrangedor. Esse foi o resumo do primeiro tempo de Flamengo x Palmeiras. Felipão resolveu entrar com três volantes. Enquanto Jorge Jesus apostou em William Arão e Gerson como seus homens de mais marcação no meio de campo. A aposta do treinador palmeirense deu totalmente errado e o Verdão não conseguiu jogar nos 45 minutos iniciais.

Apesar do péssimo primeiro tempo, o Palmeiras ainda teve dois gols anulados por conta do VAR. O primeiro aconteceu logo aos 2 minutos, por impedimento de Willian. O segundo foi em falta cobrada na área. Victor Hugo, adiantado, desviou de cabeça, Diego Alves deu rebote e Bigode empurrou para as redes. O bandeirinha marcou impedimento do zagueiro e o VAR confirmou.

Pelos lados do Flamengo, o trio de ataque Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol tomou conta do jogo e dominou a defesa palmeirense. Gabriel Barbosa abriu o marcador com classe aos 10 minutos, dando uma cavadinha por cima de Weverton. O segundo saiu da cabeça do uruguaio. BH cruzou na cabeça de Arrascaeta, que só escorou para aumentar o marcador.

O Palmeiras não finalizou nenhuma vez para o gol e teve apenas 35% de posse de bola. Foram 122 passes trocados em todo o primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo marcou o terceiro em pênalti convertido por Gabigol. Rafinha foi derrubado na párea por Diogo Barbosa e o árbitro marcou pênalti. Gabigol deslocou Weverton para marcar seu 28 gol no ano. A tragédia palmeirense ainda ficou pior quando Gustavo Gómez, aos 37 minutos do segundo tempo, foi expulso.

Ficha técnica Flamengo x Palmeiras

Flamengo

Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio (Thuler) e Filipe Luís; William Arão, Gerson, Arrascaeta (Piris da Motta) e Everton Ribeiro; Bruno Henrique (Berrío) e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus

Cartões Amarelos: Rodrigo Caio e Bruno Henrique

Palmeiras

Weverton; Marcos Rocha, Victor Hugo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Matheus Fernandes (Raphael Veiga) e Bruno Henrique; Willian Bigode (Gustavo Scarpa), Dudu e Luiz Adriano

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cartões Amarelos: Willian e Bruno Henrique

Cartão Vermelho: Gustavo Gómez

Público presente: 65.969

Renda: R$ 3.368.134,0