Flamengo perde chances contra Santa Fe e volta a empatar na Libertadores

  • Por Estadão Conteúdo
  • 19/04/2018 00h00 - Atualizado em 19/04/2018 00h24
Divulgação Conmebol Éverton Ribeiro disputa a bola na partida entre Flamengo e Santa Fé

Mais um jogo sem torcida, mais um empate para o Flamengo. Este foi o saldo do time carioca nestas primeiras rodadas do Grupo D da Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira (18), num Maracanã vazio e silencioso, o Flamengo até saiu na frente do Independiente Santa Fe, mas cedeu o empate por 1 a 1. Henrique Dourado marcou o gol do time brasileiro.

Foi o típico empate com gosto de derrota porque a equipe carioca esteve melhor ao longo de toda a partida e desperdiçou uma série de chances no segundo tempo. A pressão foi intensa nos dois extremos do jogo, nos primeiros minutos e nos instantes finais do duelo, mas o adversário colombiano se defendeu bem nos momentos mais decisivos.

No começo, Henrique Dourado soube aproveitar vacilo do goleiro para abrir o placar. Mas o empate, com Morelo, veio ainda na etapa inicial. No segundo tempo, o Independiente Santa Fe pouco jogou no ataque e, à espera do time brasileiro, contou com a eficiência da zaga e de Zapata no gol.

Com o segundo tropeço nesta Libertadores, o Flamengo chegou aos cinco pontos. Segue na primeira posição do Grupo D, mas agora já está sob a ameaça do River Plate e do próprio Santa Fe, que tem agora três. O time argentino vai enfrentar o Emelec, nesta quinta, fora de casa.

O duelo desta quarta foi o segundo e último jogo do Flamengo sem a presença da torcida nesta Libertadores. O time brasileiro cumpriu suspensão por conta da confusão causada por seus torcedores na final da Copa Sul-Americana, no Maracanã, em dezembro do ano passado. O primeiro jogo da equipe com torcida na competição será contra o Emelec, no dia 16 de maio.