Barcelona e Chelsea encaminham acordo por Philippe Coutinho

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2020 11h43
EFE/EPA/LUKAS BARTH-TUTTAS DFLCoutinho está emprestado pelo Barcelona ao Bayern de Munique

Em meio à pandemia do novo coronavírus, Barcelona e Chelsea trabalham nos bastidores para selar um acordo pelo meio-campista Philippe Coutinho. De acordo com o “Sport”, em matéria publicada nesta quarta-feira (8), os “Blues” estão tentando acertar o empréstimo do brasileiro por uma temporada.

Segundo o diário catalão, a negociação entre Barça e Chelsea está bem encaminhada e o negócio poderá ser concretizado antes de junho. Até o momento, o único impasse seria um pedido dos catalães, que almejam impôr uma cláusula de compra obrigatória de 65 milhões de euros (cerca de R$ 369 milhões, na cotação atual).

Os britânicos, por outro lado, esperam avaliar como Coutinho voltaria para o Campeonato Inglês. Assim, a ideia do Chelsea é ter uma opção de compra, ainda que o valor fosse maior do que o proposto pelo Barça.

Independente disso, os ingleses pagariam cerca de 30 milhões de euros (R$ 170 milhões) entre salário, luvas e transação para ter Coutinho por uma temporada. O jogador revelado pelo Vasco também teria um dos maiores salários do elenco.

Coutinho é alvo do Chelsea desde a temporada passada. O clube, no entanto, não pôde contratar devido à uma sanção da Fifa, e o armador acabou fechando com o Bayern de Munique por uma temporada.

Na Alemanha, o meia não encantou os bávaros, que não exercerão a opção de compra combinada com o Barcelona.

Desta forma, Coutinho deseja retornar à Inglaterra, onde viveu seu melhor momento na carreira quando atuava pelo Liverpool. Além do Chelsea, que está na frente na corrida pelo brasileiro, Manchester United, Tottenham, Everton e Leicester já demonstraram interesse no atleta.

Por fim, o jornal aponta que uma hipótese mais remota é a do Barcelona incluir Coutinho em uma transação com o PSG pelo atacante Neymar. Leonardo, dirigente do time parisiense, aprova o futebol do meio-campista e poderia aceitá-lo.