Barcelona vai vender direitos do nome do Camp Nou para combater o coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2020 11h56
EFE/ Alejandro García Camp Nou é o estádio do Barcelona

O Barcelona anunciou nesta terça-feira (21) que está à procura de um patrocinador para explorar os direitos de nome (os chamados “naming rights”) do seu estádio, o Camp Nou, em Barcelona. A iniciativa tem validade de um ano e tem como objetivo arrecadar fundos para o combate à pandemia do novo coronavírus.

O conselho do clube catalão aprovou a “cessão dos direitos de nome do Camp Nou, correspondentes à temporada 2020/2021, à Fundação Barça para obter receitas a serem investidas em projetos de pesquisa e projetos que visam combater os efeitos da covid-19 na Catalunha e no resto do mundo”.

“Estamos muito satisfeitos por poder promover esta iniciativa que oferece um ativo tão emblemático quanto o nome do nosso estádio para que as instituições, entidades e empresas que desejam fazê-lo possam se associar e, assim, contribuir para a luta contra a covid-19”, disse o vice-presidente da equipe, Jordi Cardoner, em comunicado oficial.

O clube catalão iniciará “um processo para encontrar um patrocinador que queira adquirir os direitos de nome do Camp Nou”, o que é inédito para o Barcelona, que nunca explorou esse ativo (o nome do estádio) em nível comercial. O patrocinador selecionado poderá registrar sua marca no estádio durante um ano

A busca por um parceiro para estampar a sua marca no nome do estádio estava reservado para o projeto Espai Barça, que tinha como finalidade a remodelação do Camp Nou e de seus arredores. No entanto, o Barcelona explica que a concessão por um ano destes direitos é compatível com a comercialização futura do mesmos no futuro financiar o projeto.

A renda fornecida pelo nome do Camp Nou é um dos pilares sobre os quais se sustenta o financiamento do Espai Barça, enquanto que outra parte viria dos cofres do próprio clube e uma terceira seria um empréstimo externo.

*Com informações do Estadão Conteúdo