Campeonato Alemão terá ‘bolha’ nas rodadas finais após surto de Covid-19 nos times

Liga afirma que esta quarentena é ‘obrigatória’ e acrescenta que a bolha’ pretende ‘dar uma segurança extra para a realização dos jogos

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2021 12h58 - Atualizado em 22/04/2021 19h21
Reprodução/BayernLewandowski comemorando gol com a camisa do Bayern de Munique

A Liga Alemã de Futebol (DFL, na sigla em alemão) anunciou nesta quinta-feira, 22, a criação de uma bolha para as três últimas rodadas das duas divisões do Campeonato Alemão. O motivo para a medida adotada pela entidade é o aparecimento de casos de Covid-19 entre os clubes, que ligou um sinal de alerta no país. Em comunicado oficial, a DFL explica que, na primeira fase, que entra em vigor no dia 3 de maio, “as pessoas que são incluídas no programa regular de testes – elenco, comissão técnica e staff – devem estar apenas em casa e nas instalações de treino e jogo”. “O objetivo é reduzir contato e minimizar o risco de infecção”, complementou a nota. Na fase seguinte, que entra em vigor em 12 de maio, os mesmos grupos de pessoas dos 36 clubes (18 de cada divisão) irão para “centros de estágios de quarentena”, após terem um teste negativo realizado no máximo com 24 horas de antecedência.

A liga alemã afirma que esta quarentena é “obrigatória” até o último jogo da equipe na 34.ª e última rodada e acrescenta que a “bolha” pretende “dar uma segurança extra para a realização dos jogos, especialmente tendo em conta a pressão de tempo causada pelo Eurocopa que começa em junho”. O caso mais emblemático aconteceu com o Hertha Berlin, da elite alemã, que anunciou na última quinta-feira que todo o elenco, funcionários e a comissão técnica entraram em um período de 14 dias de quarentena. A medida veio após a confirmação de mais casos positivos para o novo coronavírus dentro do clube. O técnico Pal Dardai, o assistente Admir Hamzagic e o atacante Dodi Lukebakio foram infectados pelo vírus da covid-19. Quem também testou positivo, mas sem apresentar sintomas, foi o lateral-esquerdo Marvin Plattenhardt. O atacante brasileiro Matheus Cunha faz parte do elenco, mas não está entre os casos confirmados.

*Com informações do Estadão Conteúdo