Capitã da seleção dos EUA reclama de três finais no mesmo dia: ‘Pera aí, é Copa do Mundo. Cancelem tudo’

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2019 14h48 - Atualizado em 06/07/2019 20h44
TOLGA BOZOGLU/EFEMegan Rapinoe

Megan Rapinoe, capitã da seleção feminina dos EUA, estava afiada na entrevista coletiva deste sábado (6), antes da final da Copa do Mundo Feminina, no próximo domingo (7), às 12h (horário de Brasília), em Lyon, na França.

A capitã americana reclamou do fato da final da Copa do Mundo Feminina dividir espaço com outras duas finais no mesmo dia; Copa América (Brasil x Peru) e Copa Oro (Estados Unidos x México ).

“É um calendário terrível para todos nós. Vocês não se sentem desrespeitados com isso? É uma terrível ideia ter tudo no mesmo dia. Pera aí, é Copa do Mundo. Cancelem tudo. Não sei como permitiram isso, ouvi que simplesmente não pensaram. O que é inacreditável. É por isso que acho que não recebemos o mesmo nível de respeito em geral”, reclamou Rapinoe.

A americana novamente foi questionada sobre sua relação com o presidente dos EUA, Donald Trump. Rapinoe é crítica ferrenha do político e já chegou a afirmar que  não respeita “quem não merece respeito”. Perguntada se iria até a Casa Branca ser recebida por Trump caso a seleção feminina seja campeã, Megan foi direta.

“Sei que eu e Ali Krieger não iremos (risos). Não creio que muitas. Mas não falei com todas